www.diariodorock.com.br: 01/04/09 - 01/05/09
"Satan laughs as you eternally rot!"

30 de abr de 2009

Rocknews\\ Sepultura e Soulfly: bandas tocarão no mesmo dia em Festival


SEPULTURA e SOULFLY (que conta com Max Cavalera) dividirão palco pela primeira vez, no Devilside Festival, no domingo, dia 28 de junho deste ano, na Alemanha.

O evento contará com as seguintes bandas:

MOTÖRHEAD
SOULFLY
BLOODHOUND GANG
MISFITS
SEPULTURA
MILLENCOLIN
ANTHRAX
SODOM
DISCO ENSEMBLE
ALL SHALL PERISH
FIVE FINGER DEATH PUNCH
HATESPHERE
CRO-MAGS
THE BONES
PETER PAN SPEEDROCK
DISCIPLINE
ELVIS JACKSON
HAMMERHEAD
THE CARBURETORS

Nota: Sepultura e SOULFLY já tocaram em festivais na Europa antes mas nunca no mesmo dia.

Comentários: Olha o destaque que seu deu no cartaz ao Soulfly e olhe onde ficou o Sepultura...Se a banda estivesse junta, estariam acima do Motorhead...

Declarações\\ Tony Iommi: “Achei o video do single bem chato, para ser honesto”

Em entrevista à Billboard, o guitarrista do HEAVEN AND HELL, Tony Iommi, revelou que há muito material não-finalizado para um vindouro novo trabalho de estúdio da atual encarnação do BLACK SABBATH. “Há muitas ideias. Temos material suficiente para fazermos outro álbum, se quisermos. Provavelmente não usaremos este material novamente, mas tínhamos mais músicas do que o suficiente para ‘The Devil You Know’”, reiterou.

O novíssimo álbum do HEAVEN AND HELL chegou às lojas ontem, terça-feira. Portanto, para Iommi, ainda é cedo demais para se falar em um novo registro de estúdio. “Vamos ficar bem amarrados em turnê, e quando a hora certa chegar vamos avançar nesse sentido”, disse.

O guitarrista ainda deu detalhes a respeito do processo de composição e gravação adotados em “The Devil You Know”, que aconteceu no mesmo local em que “Dehumanizer” foi gravado, em um longínquo 1992. “Desta vez gastamos mais tempo no processo de pré-produção”, revelou Iommi. “Quando trabalhamos em ‘Dehumanizer’, por exemplo, apenas chegamos à sala de ensaios e começamos do nada, sem ideias, apenas todo mundo tocando. Mas agora foi muito mais fácil porque já vínhamos trabalhando há mais tempo”.

Iommi também não poupou críticas ao vídeo lançado para o primeiro single de “The Devil You Know”, “Bible Black”. “Achei bem chato, para ser honesto”, surpreendeu o guitarrista. “Ficou parecendo algo como ‘Gasparzinho, o Fantasma Camarada’ ou algo assim. Não tivemos nada a ver com isso [o vídeo], foi algo que nos foi apresentado. Acho que poderíamos ter feito algo melhor, mas essa é só a minha opinião, e eu sou apenas um dos quatro”, afirmou.

http://whiplash.net/materias/news_876/088322-heavenandhell.html

Comentários: Hhauhauhahuha!!! Os caras que fizeram o clipe, devem ter gostado bastante do reconhecimento de Iommi.

13 de abr de 2009

Rocknews\\ Alice In Chains: "melhor dos últimos 10 anos", diz McKagan


O último episódio de Talking Metal traz uma entrevista que o apresentador Mark Strigl fez com Duff McKagan do LOADED e VELVET REVOLVER, e também Dan Lorenzo do HADES, NON-FICTION, THE CURSED e SCREAMING METAL.

Na entrevista de Duff, ele confirma que o Velvet Revolver ainda não encontrou um vocalista para substituir Scott Weiland. Ele revela que ouviu o novo album do ALICE IN CHAINS e diz que é o melhor album dos últimos 10 anos. Ele também falou sobre o livro de Slash e o novo álbum do VELVET REVOLVER.

Tópicos adicionais do podcast discutidos por Mark Strigl e o apresentador John Ostronomy incluem a aparição em 12 de abril do Talking Metal no Headbangers Ball da MTV2, a procura de um vocalista do VELVET REVOLVER, e a nova turnê do Kiss programada por fãs.

Comentários: Ou Duff é muito amigo do Jerry Cantrel, ou o disco é bom mesmo.

Rocknews\\ Produtora argentina anuncia diversas bandas


A produtora argentina Volumen 4, está trabalhando em uma série de shows, oferencendo turnês pela América Latina das seguintes bandas:

AGUA DE ANNIQUE
AMORPHIS
ANATHEMA
ANGRA
BAD BRAINS
BIOHAZARD
CANNIBAL CORPSE
CARCASS
CHARON
DANNY CAVANAGH
EIDYLLION
EPICA
GLENN HUGHES
JEFF SCOTT SOTO
JESUS MARTYR
KAMELOT
KIKO LOUREIRO
LEAVES EYES
MILLENCOLIN
MOONSPELL
PARADISE LOST
SANCAMALEON
SKYCLAD
TIAMAT
TO DIE FOR
TR3S DE CORAZON
UFO
VENOM

Algumas das bandas citadas já tiveram sua turnê pela América do Sul (inclusive shows no Brasil), outras estão sendo programadas para o segundo semestre. Os promotores interessados podem entrar em contato através do e-mail: booking@volumen4.com.ar

Comentários: Depois dizem que os argentinos estão quebrados.
Se não fossem nossos hermanos, não teríamos a sorte de conferir megashows como o Kiss e Heaven and Hell.

11 de abr de 2009

Premiere \\ Hatebreed: vídeo com cover de "Ghosts of War", do Slayer


O clipe em que o HATEBREED faz um cover do clássico do SLAYER, "Ghosts of War", pode ser visto abaixo. Sob a direção de Kevin Custer, o clipe é o primeiro do HATEBREED desde o retorno do guitarrista Wayne Lozinak. A música vem do álbum de covers da banda, "For The Lions", que está previsto para sair no dia 5 de março de 2009.

Comentários: O Hatebreed é uma banda que não tem medo de assumir que é do metal.
Quando poderiam lançar um single para dominar as paradas do mundo, os caras simplesmente lançam uma cover de nada mais nada menos do que Slayer. Isso é atitude metal!!!

10 de abr de 2009

Rocknews\\ Tommy Thayer e Eric Singer na 'Official Kiss After Party'




O guitarrista Tommy Thayer e o baterista Eric Singer compareceram à "Official Kiss After Party", evento organizado pela produção do Kiss e que foi realizado no Manifesto Bar logo após a apresentação da banda na última terça-feira (7 de abril) na Arena Anhembi, em São Paulo (SP).

Centenas de fãs compareceram e tiveram a chance de tirar fotos e autografar o material com os músicos. Eric Singer autografou um prato de bateria e Tommy Thayer uma guitarra especialmente para o "Hall Of Fame", que será inaugurado em breve no Manifesto Bar.

Além da presença dos músicos, a noitada contou com um show da banda Shocker, que atualmente se encontra gravando seu primeiro álbum, mas que surgiu em 1998 justamente como tributo ao Kiss. O grupo formado por Rafael Endres e Giu Daga (guitarras), Chriz Batusich (vocal), Daniel Pascale (baixo) e Adriano Daga (bateria) apresentou suas composições próprias, como "Suck it" e "Nice Boobs", além de covers do Mötley Crüe, Anthrax e, obviamente, do Kiss.

Site: www.manifestobar.com.br

Declarações\\ Krisiun: o Sepultura não está tocando boa música como antes



Christopher Porter do Washington Post recentemente entrevistou Alex Camargo, vocalista/baixista do KRISIUN. Confira trechos da entrevista:

Sobre a longevidade da banda:

"Motivação é a chave. Nós começamos essa coisa e queremos termíná-la. Nós ainda temos uma paixão pelo que fazemos. Tem sido um desafio, especialmente quando você está tocando música extrema, mas enquanto estivermos motivado, estamos bem. Quando começarmos a nos sentir cansados e infelizes, sabemos que é hora de ir pra casa, hora de acabar. Mas até agora, ainda nos sentimos motivados e a paixão pelo que fazemos é a razão de continuar."

Sobre o KRISIUN ser um projeto de família:

"Com bandas, eu sei que é difícil manter uma formação, manter as idéias fluindo juntas. Mas quando temos problemas, nós resolvemos rapidamente. Não viramos as costas para o outro e saímos andando. Nós temos problemas como qualquer outra banda mas os resolvemos rapidamente. A música é nossa paixão e temos as mesmas idéias e gostos."

Sobre o sucesso dos companheiros e deuses da música extrema, o SEPULTURA, e a decisão de tocar uma cover de "Refuse/ Resist" no álbum "Southern Storm" (confira o áudio mais abaixo):

"Nós estamos orgulhosos daqueles garotos. Nós não somos amigos ou coisa do tipo mas os respeitamos. Eles abriram as portas. Nós sentimos que era hora de fazer um tributo para a banda. A maioria das pessoas esperariam que nós tocássemos uma música antiga do SEPULTURA - uma faixa mais rápida - mas queríamos trazer aquela atmosfera de quando eles eram realmente grandes - tão grandes quanto Metallica ou SLAYER, em 1996 ou 1997. Nós nos sentimos um pouco tristes com o que tem acontecido [com o Sepultura] atualmente. Eu não acho que eles estejam tocando boa música como costumavam tocar".

Comentários: Todos já perceberam que o Sepultura atual infelizmente é medíocre, só falta 1 pessoa notar isto, Andreass Kisser.

8 de abr de 2009

KISS no Brasil \\ Banda toca em SP para mais de 30 mil pessoas


Há exatos dez anos atrás, em abril de 1999, o KISS visitou o Brasil pela última vez para promover o então novo álbum Psycho Circus. Pouca coisa aconteceu na banda nessa década que se passou, já que nenhum novo álbum de estúdio foi lançado desde então. Peter Criss e Ace Frehley saíram da banda, e o KISS conta atualmente com o baterista Eric Singer e o guitarrista Tommy Thayer.

A essência da banda sempre foi Paul e Gene, os fãs sabem disso; dois grandes marketeiros que ora gravam com uma orquestra sinfônica, ora decidem tocar o primeiro disco gravado ao vivo pela banda, ALIVE, o qual traz registros de shows durante a tour do disco Dressed to Kill em 1975.

Nesse caso, ALIVE serviu de base para a atual tour, ALIVE 35, e até o set list foi quase o mesmo do disco.

O show começou às 21:30 com uma enorme faixa preta com o logotipo da banda, que logo caiu com o inicio da musica Deuce, que contou com as tradicionais explosões, vindo na sequência, Strutter, Got To Choose e Hotter Than Hell.

Um aspecto de nostalgia já pairava no ar, pois a banda tocou o lado A inteiro do vinil duplo e na mesma seqüência do disco. Claro que os velhos fãs possuem essa bolacha em suas casas e sabem do que estou falando.

Devo admitir que sou um pouco crítico quanto a qualidade do som nos shows, principalmente quando o mesmo é ao ar livre, e dessa vez não foi diferente. O som estava um pouco embolado e baixo, a bateria não estava bem equalizada e a voz de Paul Stanley parecia cansada.

A banda havia acabado de chegar em São Paulo, vindos de Buenos Aires e foram diretamente de Cumbica para a Arena do Anhembi; talvez, por isso, não foram capazes de fazer a passagem de som adequadamente, mas, para um show de 2 horas e 10 minutos, isso poderia perfeitamente ter sido contornado ao longo do show.

O público estimado foi de pouco mais de 30 mil pessoas, o que é ótimo para uma terça-feira, mas poderia ter sido maior se show tivesse acontecido num final de semana.

A pirotecnia sempre foi um ponto forte nos shows do KISS e os paulistanos puderem conferir isso em diversos momentos do show, além de presenciar Gene Simmons cuspindo sangue e sendo imediatamente içado para o alto do palco.

Vale destacar o solo de bateria executado por Eric Singer, que sem dúvida, agradou muito mais que aquele tocado pelo guitarrista Tommy Thayer.

Black Diamond e Rock And Roll All Nite encerraram a primeira parte do show em grande estilo, um clássico eterno da banda que teve ainda um bis digno, que começou com Shout It Out Loud, e as mais “novas” no set list, Lick It Up e I Love It Loud, ambas do inicio da década de 80; todos presentes cantaram muito, já que a banda pediu ajuda dos fãs nos backing vocals.

O que dizer então de um final de show com I Was Made for Lovin' You, Love Gun (com Paul Stanley também sendo içado e tocando próximo a mesa de som) e o final apoteótico com Detroit Rock City?

Foi um bom show do KISS e com um set list irrepreensível; vamos torcer para que a banda não demore outros dez anos para retornar ao Brasil.


Set List São Paulo 07/04:

Deuce
Strutter
Got to Choose

Hotter Than Hell

Nothin' to Lose

C'mon and Love Me

Parasite

She

Watchin' You

100,000 Years

Cold Gin

Let Me Go, Rock 'n' Roll

Black Diamond

Rock and Roll All Nite

Shout It Out Loud

Lick It Up

I Love It Loud

I Was Made for Lovin' You

Love Gun

Detroit Rock City

7 de abr de 2009

KISS no Brasil \\ Banda toca hoje em São Paulo comemorando 35 anos de carreira

Uma década depois de sua última visita ao Brasil, o Kiss volta a tocar em São Paulo nesta terça-feira (7), às 21h30 na Arena Anhembi.

O show faz parte da turnê Alive/35, que comemora os 35 anos da banda. A etapa sul-americana também inclui Chile, Argentina, Colômbia, Peru e Venezuela.

O repertório, baseado no álbum ao vivo Alive! (1975), promete uma sequência ininterrupta de sucessos do início da carreira do Kiss, como "Rock'n'Roll All Nite", "Shout it Out Loud" e "Detroit Rock City".

Além do baixista e vocalista Gene Simmons e do guitarrista e vocalista Paul Stanley, ambos líderes e fundadores do grupo, a formação atual conta com o guitarrista Tommy Thayer e o baterista Eric Singer, que esteve no Brasil em 2007 acompanhando Alice Cooper.

Um dos maiores nomes da história do hard rock, o Kiss vendeu, em três décadas e meia, mais de 85 milhões de cópias de seus 18 álbuns de estúdio, oito ao vivo, dezoito coletâneas e sete trilhas sonoras de filmes. A banda já esteve no Brasil em 1981, 1994 e 1999.

O show de São Paulo terá como banda de abertura a banda paulistana de hard rock Dr. Sin, que entrará no palco às 20h15. Os portões da Arena Anhembi estarão abertos a partir das 18h

Na quarta-feira (8), a banda se apresenta no Rio de Janeiro, na Praça da Apoteose.


KISS EM SP

Quando: 07/04, às 21h30
Onde: Arena Anhembi (Entrada da Pista VIP - Portão 25 - Av. Olavo Fontoura; entrada da Pista Normal - Portão 30; R. Prof. Milton Rodrigues)
Quanto: R$ 170 (pista) e R$ 350 (pista vip), à venda nas bilheterias da Arena Anhembi (Av. Olavo Fontoura, próximo ao Portão 1)
Censura: 12 e 13 anos acompanhados de Pais ou Responsáveis, e maiores de 14 anos, desacompanhados.
Estacionamentos: Av. Olavo Fontoura, Portão 38 - Estacionamento do Pavilhão do Anhembi - Mais de 3.000 vagas; Av. Olavo Fontoura, Altura do Portão 25 - Estacionamento da Aeronáutica - Mais de 2.000 vagas; Rua Prof. Milton Rodrigues - Estacionamento do Hotel Holiday Inn - 800 vagas

6 de abr de 2009

Agenda\\ Adler's Appetite toca dia 8 de maio em São Paulo

Adler's Appetite, banda do ex-baterista do Guns N' Roses Steven Adler, se apresentará pela primeira vez no Brasil no dia 8 de maio (sexta-feira), na "Hard Party", que será realizada no Manifesto Bar, em São Paulo (SP). Adler, que atuará ao lado de Chip Z'Nuff (baixo, Enuff Z'Nuff), Sheldon Tarsha (vocal, Tarsha), Alex Grossi (guitarra, Quiet Riot, Bang Tango, Jani Lane, Beautiful Creatures, Skid Row) e Michael Thomas (guitarra, Faster Pussycat), fará um set com os grandes sucessos do Guns N' Roses, tocando na íntegra o álbum "Appetite For Destruction"!

Serviço "Hard Party - Adler's Appetite":
Data: dia 8 de maio (sexta-feira)
Local: Manifesto Bar
Endereço: Rua Iguatemi, 36, Itaim Bibi - São Paulo/SP
Fone: (11) 3168-9595
Abertura da casa: 22h
Convites: R$ 80 (pista) - à venda a partir de sábado (4 de abril) nas lojas Die Hard e Animal Records da Galeria do Rock (SP) e a partir de sexta-feira (dia 3 de abril) no Manifesto bar (nos dias de funcionamento da casa)
Sem consumação mínima (conforme art. 39 do Cód. de Defesa do Consumidor)
Cartões: Visa, Mastercard e Dinners
Débito: Visa Electron, Maestro, Rede Shop
Censura: 16 anos
Convênio com Estacionamento (Rua Joaquim Floriano, 1137): R$12,00
Acesso a deficientes / ar condicionado
Manifesto Bar - www.manifestobar.com.br

Rocknews\\ Black Sabbath: Bill Ward pronto para nova reunião


Bill Ward mencionou uma possibilidade de outra reunião do Black Sabbath original. Em uma entrevista recente, o ícone da bateria insistiu que a porta está "bem aberta" para estourar, com o line up original, uma turnê de reunião do Sabbath.

"Eu tenho mente aberta quando falam sobre o Sabbath", disse Ward, adicionando que "nós não fizemos nada pelos últimos três anos. Mas a porta está bem aberta caso o Black Sabbath esteja interessado. Tocar e fazer qualquer coisa com a banda original é algo que eu quero fazer parte".

Ward também foi positivo sobre seu relacionamento com Ozzy Osbourne, dizendo que "Ozzy e eu mantivemos nossa relação, e eu mantive contato com os outros caras bastante todo esse tempo. Ninguém está longe do outro".

"Eu vi Oz em seu aniversário. Nós fomos para Vegas e essa foi a última vez que eu o vi. Mas eu realmente falei com ele cerca de três ou quatro dias atrás. Ele está fantástico, realmente bem".

Comentários: Eu realmente não entendo o Bill Ward...Se ele estava no Heaven and Hell, porque saiu da banda? Agora que o Vinnie Appice está estabelecido na banda e a turnê com o Dio vai muito bem, ele surge com um disco novo e menciona uma possível reunião com o Sabbath com o Ozzy. Se rolar de novo, o Dio sai de novo...

5 de abr de 2009

Rock and Roll Hall of Fame 2009 \\ Metallica - Rock and Roll Hall of Fame 2009


O site oficial do Metallica foi atualizado com a seguinte mensagem de Steffan Chirazi, editor da revista exclusiva de membros do MetClub, a So What!, a respeito da cerimônia do Rock and Roll Hall of Fame que aconteceu neste sábado, 4 de Abril.

Alguns pensamento de Cleveland as 3 am

...um fim de semana de unicidade. Unicidade adequada. Do tipo que NUNCA pode ser repetida.

Nós recebemos nossos convites para a reunião de família já faz um tempo agora, e resultando nas festividades da última noite e a cerimônia de entrada desta noite, havia muita excitação e a velha sensação de tremedeira.

Gerentes, gerentes de turnê, gravadoras, homens de A&R, promotores, metaleiros antigos da VELHA guarda dos fãzines undergrounds e mídia, amigos próximos e família, as relações entre todos se esticaram até mais de duas décadas na maioria dos casos, e foi muito certamente emocional. Uma coisa tremenda. Antigos rostos de repente se tornaram novos de novo, amigos perdidos há tempos se encontraram fazendo contato de novo e prometendo manter em contato, algumas pessoas tiveram filhos adolescentes desde a última vez que eles viram seus companheiros membros da família Metallica, e outros simplesmente viveram através de vidas diferentes e chegaram a uma nova. Certamente não haveria necessidade para tal. O fator unificador entre as cerca de 150 pessoas que se juntaram no House of Blues na sexta-feira de noite? Metallica. E quem mais teria a magnitude trazer tantos membros de sua família juntos assim? Ninguém. É isto que esta banda sempre foi, fazer a coisa certa como ELES sabem e não como alguém diz como deveria ser.

Metallica.
Uma força unificadora.
Uma expressão.
Uma família.
Um estilo de vida.
Para todos nós.

Rock and Roll Hall of Fame 2009 \\ As homenagens


Sim, você sabe que eu estou certo quando digo que todos nós somos membros da família, que o Metallica é sobre todos nós (e se você não acredita, você sabe que ouviu Lars Ulrich FALAR isso essa noite, certo).

Eu não tinha certeza se Flea era o homem certo para fazer o discurso de entrada realmente (eu amo o cara, seu trabalho, sua banda, mas eu não 'entendi' quando eu ouvi pela primeira vez isso...), mas na metade de seu brilhantes, ultra-pessoal e muito sentimental discurso, eu estava gritando YEEAAH e aplaudindo como um coelho da Energizer.

Ele acertou em cheio.

Ele falou tão bem, com tanta EXATIDÃO, do poder e emoção da banda ('uma puta coisa mágica'). Ele transmitiu seus sentimentos quando ele ouviu pela primeira vez o Metallica, sua total unicidade. Ele capturou a aura e espírito e contribuição de Cliff. Ele falou realmente de coração... Eu prometo, eu vou achar esse discurso e reimprimir na So What! porque foi tão definitivo quanto você esperaria que um momento como esse fosse, mas o cara usou frases como 'química cósmica', e uma 'coisa bela, violenta' quando se referiu a primeira vez que ouviu a banda.

E ver Ray Burton falar, ver o brilho ainda nos olhos deste homem apesar da tristeza que ele aprendeu a lidar, ouvir a gratidão e dignidade alegre, foi extremamente emocional. Ele agradeceu Jan. A mãe de Cliff. E ele sorriu tanto quando poderia. Extraordiário.

Rock and Roll Hall of Fame 2009 \\ Jason Newsted


Jason Newsted estava tão feliz quanto eu o via há tantos anos na festa de sexta-feira, e mais uma vez, ele fez um discurso com seu entusiasmo, seu puro e cru entusiasmo e orgulho de ser parte da família Metallica, em ser parte da "representação do heavy metal" deles, foi (para muitas pessoas) tanto um alívio extraordinário e o fim oficial de anos crivados em rumores de recriminações e raiva. Tanto faz. Nem tanto mais. Qualquer trivialidade do passado foi atirada para longe com canhões de água pela presença de Jason, pela felicidade óbvia entre todos os membros da banda, e pelo discurso maravilhoso de Jason.

E Lars, James, Kirk e Rob todos deram seus agradecimentos a seus amados, seus amigos e suas famílias, mas acima de tudo a vocês. Os fãs. A grande família que é a razão do Metallica até estar lá. James reservou seus agradecimentos finais ao homem que o ligou e pediu para estar em uma banda, para Lars, seu irmão, seu yin ou seu yang dependendo da perspectiva, sua alma-gêmea criativa; o abraço que ele deu em Lars foi longo e doce, emocional, uma representação física que realmente falou mais do que palavras poderia.

E então eles mandaram 'Master of Puppets' com dois baixistas antes de detonar 'Enter Sandman', ainda com dois baixistas, e com um balcão indo a loucura e alguns VIPS de terno e gravata ficando de pé e tocando air guitar... Jason e Rob COMPARTILHANDO UM MICROFONE para berrar os vocais juntos... Lindo.

Rock and Roll Hall of Fame 2009 \\ Jason e Rob


E veja, eu continuo dizendo, era disso que se tratava, se tratava de VOCÊS, se tratava do fato de que milhões de vocês ajudou a manter a família tão grande e forte que finalmente, FINALMENTE, "eles" tiveram que perceber. E eles tiveram que deixa-los entrar, para reconhece-los, para honrá-los pela enorme influência que o Metallica teve na cultura do rock e em várias gerações. Bobby Womack e Metallica. Wanda Jackson e Metallica. Jeff Beck e Metallica. Para nomear alguns, mas o ponto é que isto pareceu como 1988 de novo, como uma banda detonando em um mundo que antes não queria olhar, mas que não poderia mais mais negar o poder de sua música e seu significado para as pessoas.

Rock and Roll Hall of Fame 2009 \\ Metallica´s Jam - Train Kept A Rollin'


A jam ('Train Kept A Rollin') depois da apresentação deles beirou o espetacular se você considerar que o Metallica estava no palco com Jason, Jeff Beck, Jimmy Page, Joe Perry e Flea, mas para mim, o puro PODER da apresentação da entrada com seus baixos gêmeos foi o mais especial de todos os momentos, outro marco, outro ponto algo e outro 'mundo' conquistado (de LEGÍTIMA lenda do rock) tudo em termos de Metallica.

É realmente tarde agora, 4.15 am, e eu ainda estou tentando ajeitar a minha cabeça com tudo isso (provavelmente demorará alguns dias, e então eu vou perguntar a Jeff para deixar eu ajeitar e melhorar e contextualizar as coisas com mais precisão - eu espero que ele ou me diga pra cair fora ou esperar e fazer isso na SW!), mas tem sido um grande fim de semana. E não importa se você estava na platéia ou assistindo pela TV, isto foi pra VOCÊS TAMBÉM!

De fato, tem sido emocional...

Rock and Roll Hall of Fame 2009 \\ Metallica

Rock and Roll Hall of Fame 2009 \\ Metallica com Jason Newsted no Baixo

3 de abr de 2009

Traduza\\ Papa Roach Frontman Jacoby Shaddix Insists Metal, Not Booze, Now Runs Through Veins


Papa Roach Frontman Jacoby Shaddix Insists Metal, Not Booze, Now Runs Through Veins
There’s no disputing that Papa Roach are still kicking ass. Their new album, Metamorphosis, debuted at #8 on the Billboard album chart, with an 18 percent sales increase over their 2006 record The Paramour Sessions. In other words, at a time when economic woes and increased filesharing is causing most bands to sell fewer albums, Papa Roach are actually inspiring more fans to buy their new album. Credit some of this to the band’s catchy and distinctly non-metal single “Lifeline,” which reached #1 on the Rock singles chart and #4 on the Alternative chart. MTV2 is playing the crap out of the song’s video, wich was directed by Chris Sims (Queens of the Stone Age, Jimmy Eat World).

The only remaining question is do Papa Roach still matter to metal audiences and is Metamorphosis actually a metalmorphosis of sorts? In some ways it’s an angrier, more pointed album that the band’s last one, addressing the dire housing situation, the shattered banking system, war and the need for political change. Songs like “Days of War,” which Shaddix calls a “baby puncher” and “Hollywood Whore” are edgy and aggressive, suggesting the metal still matter to these guys. However, some find the band’s keen interest in fashion, and focus on melody over misanthropy to be distasteful.

HeadbangersBlog.com hooked up with Shaddix to talk about the metamorphosis Papa Roach has undergone in the past year, his new focus on social issues, 47 days of sobriety, the optimism that now drives his life and why metal fans should still dig Papa Roach.


Comentários: Papa Roach querendo fazer as pazes com o metal?? Será que ainda dá tempo?

Rock and Roll Hall of Fame 2009 \\ Metallica: "Dave Mustaine nunca tocou em nenhum dos álbuns"



Metallica: "Dave Mustaine nunca tocou em nenhum dos álbuns"
Como noticiado anteriormente, o guitarrista Dave Mustaine (MEGADETH), um membro da formação original do METALLICA, não estará com o grupo neste final de semana no Rock and Roll Hall of Fame em Cleveland. Depois de deixar o Metallica em 1983, Mustaine formou outro grupo de heavy metal, o MEGADETH.
"Você tem que definir limites", disse o baterista Lars Ulrich ao Cleveland.com. "Dave Mustaine nunca tocou em nenhum dos discos do Metallica. Sem desrespeito a ele, mas havia meia dúzia de outras pessoas que estavam na formação no início.
"Nós pensamos... a coisa certa a fazer seria incluir qualquer um que tocou em um disco do Metallica. Dave Mustaine esteve na banda por 11 meses, predominantemente em 1982... Eu não estou tentando diminuí-lo. Eu não tenho nada além de respeito e admiração por suas conquistas desde então."

Comentários: Se Dave é tão insignificante para o Metallica, por que convidaram Mustaine para participar do documentário SOME KIND OF MONSTER e agora para tocar no HALL OF FAME??

2 de abr de 2009

Rock and Roll Hall of Fame 2009 \\ Newsted e Trujillo tocarão no Hall of Fame


Metallica: "Newsted e Trujillo tocarão no Hall of Fame"
Um dia depois do ex-baixista do METALLICA, Jason Newsted, falar à Billboard.com que seu substituto, Robert Trujillo, não tocaria na apresentação da noite de sábado da cerimônia do Rock and Roll Hall of Fame em Cleveland, um porta-voz da gravadora do grupo, Warner Bros. Records, esclareceu que "Jason e Robert, ambos tocarão as músicas da entrada do METALLICA no Hall of Fame". Ele não indicou que músicas serão ou se Newsted e Trujillo estarão no palco juntos ou separados.
No início da semana, Newsted disse que ele recebeu uma ligação do baterista Lars Ulrich em que ele falou que Robert Trujillo, o atual baixista do METALLICA, "não vai tocar. Nós queremos que você toque. ...ele está de acordo, cara. Ele quer estar lá como fã também, e quer ver a banda do álbum preto'... Está tudo bem. Todos concordaram com isso".
Comentários: Gosto muito do Trujillo, mas de repente, rolasse algum revival com a formação do Black Album, garanto que muita gente iria curtir né??







Motorhead no Brasil \\ Conheça as bandas de abertura


A turnê da legendária banda MOTÖRHEAD, liderada pelo vocalista e baixista Lemmy Kilmister, terá em cada apresentação pelo Brasil uma banda de abertura, como um aquecimento aos fãs, que com certeza admiram o trabalho dessas excelentes bandas nacionais.
CURITIBA – 12/04 (CURITIBA MASTERHALL)Em Curitiba, a banda Motorocker é a encarregada de levar energia e boa música aos fãs do Motörhead. Nascida em 1993 no sul do Brasil, o Motorocker consagrou-se inicialmente como banda-tributo ao AC/DC. Em 2008 participou do Maquinaria Rock Fest juntamente com as bandas Suicidal Tendencies, Biohazard, Tristania e Sepultura, e já compartilhou o palco com Krisium, Ratos de Porão, Korzus, Raimundos, Marcelo Nova entre outros nomes importantes da cena rock/heavy. Agora eles preparam o lançamento do próximo disco.
FORTALEZA – 15/04 (SIARÁ HALL)Já em Fortaleza, os fãs serão brindados com duas participações: Matanza e The Knickers. O Matanza é uma banda de rock and roll do Rio de Janeiro, que mistura hardcore com country, bluegrass e música irlandesa. O som é diferenciado e único, e suas letras são bem humoradas, com clima de velho oeste. Já o The Knickers é uma banda cearense de rock feminino, ainda despontando no cenário nacional.
SÃO PAULO – 18/04 (VIA FUNCHAL)Para São Paulo, o show de abertura fica por conta do Baranga. Depois do auto-intitulado CD de estréia em 2003, que teve excelentes críticas e foi escolhido como um dos melhores daquele ano pela revista Valhalla, a BARANGA lançou, no segundo semestre de 2005, seu segundo trabalho chamado “Whiskey do Diabo” (RNR Records) e mais uma vez registra toda a personalidade de quem simplesmente mistura Rock com Roll ao extremo (pense em AC/DC, Status Quo e Motorhead) para acertar em cheio na essência do Rock.
HISTÓRIA MOTÖRHEAD
O baixista Lemmy Kilmister começou na música ainda na década de 60, como roadie da banda de Jimmy Hendrix. O primeiro álbum, “Motörhead”, foi lançado em 1977 por uma gravadora pequena. “Overkill”, segundo álbum, foi o primeiro lançado por uma gravadora grande, em 1979, gerando o primeiro hit da banda, o cover "Louie Louie".
Com “Bomber” (1979) e “Ace Of Spades” (1980) a banda alcançou o grande público e teve relançada a gravação inédita do princípio de carreira, “On Parole”, que havia sido desprezada pelas gravadoras quando de sua gravação original. O álbum “Ace of Spades” é considerado por muitos como o máximo, o melhor momento registrado pelo Motörhead, o álbum que capturou a banda no seu pico. Com esse registro, a banda ganhava pela primeira vez visibilidade,aparecendo na capa do LP, no lugar da rotineira ilustração, fato que iria se repetir somente 1996 com o “Overnight Sensation”.
LINE UPLemmy Kilmister – Vocal & BaixoPhil Campbell – GuitarraMikkey Dee – Bateria

<< mais lidas

© Copyright - Diário do Rock - Headbangers Blog! - Todos os direitos reservados
anthony@diariodorock.com.br