www.diariodorock.com.br: 01/01/10 - 01/02/10
"Satan laughs as you eternally rot!"

31 de jan de 2010

Rocknews\\ Judas Priest e AC/DC premiados na 52ª edição do Grammy


Os grupos Judas Priest e AC/DC foram alguns dos ganhadores do Grammy 2010 nas categorias destinadas aos grupos de Rock e suas vertentes. As duas bandas lendárias receberam o prêmio na noite do último sábado, 30, no Staples Center, em Los Angeles.

Os ingleses do Judas Priest foram premiados na categoria “Melhor Performance de Metal” com a música “Dissident Agressor”, versão do álbum “A Touch of Evil: Live”, lançado no ano passado. Concorriam nessa categoria Megadeth, Slayer, Ministry e Lamb of God.

O AC/DC saiu ganhador na categoria “Melhor Performance de Hard Rock”. Os irmãos Young e cia. concorriam com a música “War Machine”, faixa do mais recente disco de estúdio do grupo, “Black Ice”, lançado em 2008. Nessa categoria concorriam Alice in Chains, Linkin Park, Metallica e Nickelback.

Ainda nas categorias dedicadas ao Rock foram premiados os grupos Kings of Leon (melhor performance em dueto ou grupo e melhor música de Rock), Green Day (melhor álbum de Rock) e Bruce Springsteen (melhor performance solo).



Comentários: Sou fã de JUDAS PRIEST, mas não acho que eles deveriam ter concorrido e ganhado com uma música que não é um lançamento.
Dissident Agressor é um clássico e não uma criação de 2009.
Já Megadeth, Slayer e Lamb of God, no ano passado, lançaram composições inéditas mais relevantes.

Metallica no Brasil \\ Banda cumpre missão e leva público ao delírio em SP


Diante do Estádio do Morumbi lotado, o vocalista James Hetfield deixou claro qual seria o propósito do Metallica no show realizado neste sábado (30), em São Paulo. "Vocês estão prontos? Nossa missão é fazer vocês se sentirem bem", disse o líder do grupo, que não vinha ao Brasil desde 1999 e agora desembarca por aqui com a turnê Death Magnetic. A apresentação na capital paulista foi a 126º da atual série de shows.

Com a expectativa de receber cerca de 68 mil pessoas (a assessoria do evento não soube apontar o número exato de fãs no show), o grupo subiu ao palco às 21h35 depois da apresentação dos brasileiros do Sepultura, que até foram contemplados com a canção Sad But True, dedicada por James. "É um prazer tocar com nossos amigos. Essa música vai para eles, afinal, eles sabem que os brasileiros gostam de som pesado assim como nós", afirmou.

Assim como tem sido em suas últimas apresentações desta turnê, o Metallica abriu de cara com a sequência Creeping Death e For Whom the Bell Tolls mostrando a capacidade do grupo de mesclar as intensas canções do seu disco mais recente com os hinos já consagrados de sua carreira.

James, que aparecia meio abatido na entrevista coletiva dada horas antes do show e chegou afirmar que estava gripado, deixou a doença de lado e mostrou empolgação a todo tempo. Em The Four Horsemen, o vocalista ergueu seu pedestal de microfone para o público cantar e sempre que podia interagia com o público. "Essa é para vocês. Já estão se sentindo melhor?", questionava ao público que iluminou o estádio com seus celulares e algumas dezenas de tiaras com chifres coloridos que não repetiram o mesmo sucesso do show do AC/DC.

O repertório seguiu em diante com as canções de Death Magnetic como The End of the Line, Broken, Beat & Scarred, The Day That Never Comes e outras. Como não podia faltar, o grupo também mandou os clássicos Sad But True, Master of Puppets, One e para fechar, na sequência, Nothing Else Matters e Enter Sandman, todas essas cantadas em coro e acompanhadas de ¿air guitars¿, headbangers por todos os lados e alguns banhos de cerveja de quem já havia tomado algumas a mais.

Presença de palco
Embora o Metallica não carregue em sua turnê um cenário extraordinário, o show revelou algumas boas surpresas. Aliado ao potente som e aos grandes telões, o grupo programou explosões de bombas de fumaça, fogos de artifício e diversas colunas de fogo subiam nas laterais do palco que chegaram a assustar alguns dos fãs na plateia.

O Metallica ainda posiciona pedestais com microfones nas extremidades do palco para que James e Robert Trujillo pudessem se aproximar do público. Fica ainda o destaque para o baixista, único integrante que não havia vindo ao Brasil com o grupo, que não economizou nas suas poses e "passos de caranguejo" enquanto tocava o instrumento.

Homenagem
Depois de Enter Sandman, o grupo saiu brevemente do palco, mas retornou prontamente para o bis. Kirk Hammett voltou primeiro embalando um riff com uma pegada de blues e pedindo palmas da plateia para acompanhar o ritmo. Depois, James assumiu o microfone para anunciar a primeira música da etapa final.

"Nessa hora sempre tocamos uma música de alguma banda que influenciou muito o Metallica", anunciou o vocalista durante um rufo de bateria conduzido por Lars Ulrich. "Essa banda é...Queen", anunciou Hetfield antes de tocar Stone Cold Crazy, que foi seguida por Motorbreath e teve o show finalizado por Seek and Destroy, canção muito pedida pelos fãs do grupo. "Vocês gostam dela? É porque a letra é fácil? Eu também gosto", brincou.

Chuva de palhetas
Com uma prática não muito comum em grandes espetáculos, os fãs do Metallica tiveram um tratamento VIP em São Paulo. Ao fim da apresentação, Kirk, James e Robert agradeceram a presença do público, se dirigiram para a beirada do palco e jogaram dezenas de palhetas para os seguidores do grupo formando uma disputada "chuva de palhetas" . Lars, por sua vez, arremessou algumas baquetas.

"Vocês são ótimos, fãs de Metallica. Ficaram com a gente nos dias ruins e nos dias bons. Hoje é um dia dos bons", disse James, que também pediu para que os refletores do estádio ficassem acesos durante toda a música final para enxergar o público que lotava o local. "Espero que a gente não demore onze anos para voltar ao Brasil", despediu-se Lars.

Confira o setlist do Metallica em SP:
Creeping Death
For Whom the Bell Tolls
The Four Horsemen
Harvester of Sorrow
Fade to Black
That Was Just Your Life
The Day That Never Comes
Sad But True
Broken, Beat &Scarred
One
Master of Puppets
Blackened
Nothing Else Matters
Enter Sandman

Bis
Stone Cold Crazy (cover do Queen)
Motorbreath
Seek and Destroy

METALLICA EM SÃO PAULO
Quando: 31/01 (domingo), a partir das 20h30
Onde: Estádio Morumbi (Praça Roberto Gomes Pedrosa, nº 1, Morumbi)
Quanto: R$ 150 (arquibancada laranja), R$ 170 (arquibancadas azul e vermelha), R$ 190 (arquibancada vermelha especial), R$ 250 (pista e cadeira inferior), R$ 300 (cadeira superior) e R$ 500 (pista vip)
Ingressos: bilheteria do estádio Morumbi, do meio-dia até o início do show
Censura: 16 anos; de 12 a 15 anos somente acompanhados dos pais ou responsáveis

Metallica no Brasil \\ Banda recebe discos de ouro e platina em São Paulo


Um disco de ouro pelas 40 mil cópias vendidas no Brasil do CD "Death Magnetic" (2008). Esta foi a maior surpresa da entrevista concedida pelo Metallica a jornalistas de São Paulo no estádio do Morumbi, na tarde deste sábado (30), antes de fazer o primeiro dos dois shows na cidade. Ainda, os músicos receberam da produtora brasileira outro prêmio: disco de platina duplo pelas 60 mil cópias vendidas no país do DVD "Orgulho, Paixão e Glória - Três Noites na Cidade do México".

Na entrevista, James Hetfield (voz e guitarra), Lars Ulrich (bateria), Kirk Hammett (guitarra) e Robert Trujillo (baixo) falaram sobre a expectativa em relação ao show deste fim de semana e disseram esperar a "paixão de sempre" por parte dos fãs. Ulrich garantiu que a banda tem boas recordações da última passagem pelo Brasil e que todos sentem-se "bem-vindos" no País.



Comentários: A cara de "contentamento" de James na foto é "contagiante", rsrs.

30 de jan de 2010

Traduza\\ DUFF MCKAGAN Writing With JANE'S ADDICTION


According to The Pulse of Radio, the JANE'S ADDICTION fan web site Xiola.org has reported that VELVET REVOLVER and ex-GUNS N' ROSES bass player Duff McKagan is writing and recording with the band, following the departure of original member Eric Avery for the second time in the group's troubled history. After JANE'S reunited for a third time in late 2008 — with Avery on board for the first time since the band originally broke up in 1991 — and toured last spring with NINE INCH NAILS, the band began feuding once again as it tried to record new music, with recent rumors suggesting that Avery was headed out the door.

Avery did not participate in the 1997 and 2001 reunions, but was replaced at different points by Flea, Martyn LeNoble and Chris Chaney.

McKagan, of course, has weathered turbulent times with both GN'R and VELVET REVOLVER. He told The Pulse of Radio that many of the things bands fight about aren't important in the long run. "Music is just such an emotional thing and, you know, some of the things you're gonna argue about in music can seem really juvenile," he said. "You know, a lot of times you look back and it doesn't stand the test of time, some of the conflicts, you know. You're like, 'Really? We were arguing about that?'"

There has been no official announcement about McKagan from JANE'S ADDICTION themselves, except a brief post by frontman Perry Farrell saying that the band was working with a new "writing partner." There's no word on whether McKagan will also tour as a member of the group.

McKagan's band LOADED issued a new album last year called "Sick". He also has a second career as a weekly financial columnist for Playboy.com and a general interest columnist for SeattleWeekly.com

29 de jan de 2010

Sessão Maldita \\ Lars yelling 'FUCK' in the face of Hetfield


“Some Kind of Monster”, para quem não viu, registra a época em que a banda estava em frangalhos. Jason Newsted havia saído, James Hetfield estava se recuperando do alcoolismo, Lars Ulrich brigando com o Napster e, em meio a isso tudo, gravaram um disco considerado por muitos seu pior, mas por outros tantos uma redenção: “St. Anger”.

Se você não viu o documentário, não sabe o que está perdendo. É um dos grandes filmes de rock da história.

O Metallica não seria o METALLICA sem atitude.


*VIDEO: Most Shocking Moment: 01:25s (Lars expondo seus pensamentos mais profundos)

Conversation:

James: ???
Lars: FUUCCKKKK !!
James: lol

Metallica no Brasil \\ Veja o melhor caminho para chegar ao Morumbi


Depois de se reencontrar com os fãs de Porto Alegre na quinta-feira (28), o Metallica chega a São Paulo após 11 anos para duas apresentações de sua milionária "World Magnetic Tour". James Hetfield (voz e guitarra), Lars Ulrich (bateria), Kirk Hammett (guitarra) e Robert Trujillo (baixo) tocam no estádio do Morumbi neste sábado (30) e domingo (31), com abertura do Sepultura.

Os ingressos para sábado já estão esgotados, mas ainda há entradas de todos os setores para a apresentação de domingo. Os bilhetes custam R$ 150 (arquibancada laranja), R$ 170 (arquibancadas azul e vermelha), R$ 190 (arquibancada vermelha especial), R$ 250 (pista e cadeira inferior), R$ 300 (cadeira superior) e R$ 500 (pista vip). Estão à venda no www.ticketmaster.com.br, pelo telefone 4003-8282 e no estacionamento anexo do Credicard Hall.

Aqueles que compraram ingressos pela internet ou telefone devem retirar as entradas na bilheteria do portão 1 do Morumbi. Para bilhetes de meia-entrada é preciso apresentar documento de estudante. Os portões estão divididos da seguinte forma para a entrada do público:

- Pista: portão 2
- Cadeira inferior azul: portão 3
- Pista e cadeira inferior vermelha: portão 4
- Cadeiras superiores azul, azul premium e laranja: portão 5
- Arquibancadas azul e laranja: portão 6
- Arquibancadas vermelha e especial vermelha: portão 15
- Cadeira superior vermelha: portão 16
- Deficientes físicos e área reservada no anel inferior: portão 17
- Pista vip: portão 18

No sábado, os portões serão abertos para o público às 16h. O Sepultura toma conta do palco às 20h30 com o show do disco "A-Lex" (2009). O Metallica está previsto para entrar em cena às 21h30, encerrando a apresentação a meia-noite. Já no domingo os eventos começam com uma hora de antecedência: os portões estarão abertos às 15h, com o show do Sepultura às 19h30 e do Metallica às 20h30.

Está liberado o uso de máquinas fotográficas que não sejam profissionais, além de poder levar sanduíches, bolachas, copos descartáveis e frutas cortadas. Não é permitido entrar com correntes e cinturões, garrafas plásticas, bebidas alcoólicas, substâncias tóxicas, fogos de artifício e inflamáveis em geral, armas de fogo, frutas inteiras, latas de alumínio, jornais e revistas, bandeiras e faixas, capacetes de motos e similares, vidros em geral e guarda-chuva.

A previsão para o sábado, segundo o Tempo Agora, é de pancadas de chuva à tarde e de céu encoberto à noite. A temperatura não deve cair e pode ficar em 22ºC, com umidade relativa de 85%. No domingo há possibilidade de chuvas rápidas à tarde e à noite, com temperatura em torno de 22ºC e umidade relativa de 81%.

Trânsito no local
A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) de São Paulo vai monitorar o trânsito nas imediações do estádio Morumbi a partir da meia-noite de sábado (30), quando serão colocados cavaletes nas principais vias de acesso, proibindo estacionamentos. O órgão recomenda que o público dê preferência aos transportes públicos, mas para aqueles que preferirem ir de carro particular são indicados os melhores caminhos saindo das regiões:

- Santo Amaro: ponte João Dias e avenidas Alberto Augusto Alves e Giovanni Gronchi;
- Brooklin e Aeroporto de Congonhas: ponte Morumbi e avenidas Morumbi e Padre Lebret;
- Rodovia dos Imigrantes e Anchieta: avenida dos Bandeirantes, Marginal Pinheiros, ponte Engenheiro Roberto R. Zuccolo (Cidade Jardim), avenida dos Tajurás, rua Eng.º Oscar Americano, avenidas Morumbi e Giovanni Gronchi;
- Avenida 9 de Julho: avenida Cidade Jardim, ponte Cidade Jardim, avenida dos Tajurás, rua Eng.º Oscar Americano e avenidas Morumbi e Giovanni Gronchi;
- Itaim: avenida Juscelino Kubitschek, Túnel Jânio Quadros, rua Eng.º Oscar Americano, avenidas Morumbi e Giovanni Gronchi;
- Centro (Consolação/Rebouças): avenidas Eusébio Matoso, Professor Francisco Morato e Deputado Jacob Salvador Zveibil, retornando para a avenida Jorge João Saad;
- Lapa: praça Panamericana, avenida Professor Manoel José Chaves, ponte Cidade Universitária, rua Alvarenga, avenidas Caxingui, Eliseu de Almeida, Deputado Jacob Salvador Zveibil e Jorge João Saad;
- Zonas Norte/Leste/Marginal Tietê e Rodovia Castelo Branco: rua Alvarenga, avenidas Caxingui, Eliseu de Almeida, Deputado Jacob Salvador Zveibil e Jorge João Saad;
- Rodovia Régis Bittencourt: avenidas Professor Francisco Morato e Jorge João Saad;
- Rodovia Raposo Tavares: Rodovia Raposo Tavares km 13 (Peri-Peri), avenidas Ministro Laudo Ferreira de Camargo, Eliseu de Almeida, Deputado Jacob Salvador Zveibil e Jorge João Saad.

Na saída do show, as ruas ao redor do estádio serão bloqueadas por aproximadamente 40 minutos para os pedestres. A partir das 22h30 de sábado e das 21h30 de domingo a CET vai bloquear viários e fazer a inversão no sentido de circulação dos veículos nas avenidas Jorge João Saad (entre a Francisco Morato e praça Roberto Gomes Pedrosa) e Giovanni Gronchi (no trecho entre a praça Roberto Gomes Pedrosa e a rua Santo Américo, e no trecho entre a praça Roberto Gomes Pedrosa e Avenida Morumbi).

Metallica no Brasil \\ Sepultura: Paulo Xisto fala sobre show deste fim de semana


O baixista do SEPULTURA, Paulo Xisto, foi entrevistado pelo blog Fura-Breja, entre vários assuntos o mais abordado, não por menos, o show do grupo com o Metallica neste fim de semana em São Paulo, confira alguns trechos :

Xisto, pra você como é tocar novamente em SP para um público gigantesco e abrir os shows do METALLICA?

XISTO: "Muito bacana o convite! Já se passaram 10 anos desde a última vez que dividimos o palco. Com certeza será um show de grande responsabilidade para o Sepultura. Uma prazerosa responsabilidade".

E o que esperar dos shows do Sepultura? Será que supera o show com o Faith No More?

XISTO: "Podem esperar sempre o melhor!!! Essa é a intenção quando o Sepultura entra em cena, deixando aquele gostinho de quero mais.... quando será o próximo?!?!?"

Alguma novidade no set?

XISTO: "Vai ser baseado no último trabalho, A-LEX, mas nunca esquecendo de representar toda a história da banda, que está comemorando seus 25 anos. Como faremos as duas aberturas, pode ser que façamos um set deversificado para cada um".

Já sabem quanto tempo vão tocar?

XISTO: "Acredito que em torno de 50 minutos".

Qual a melhor lembrança que tem dos shows de 1999 com o Metallica?

XISTO: "A jam que o Jason fez com a gente no show do Rio. Acho que ele tocou umas 3 músicas!!!"

A entrevista completa neste link:
http://furabrejas.blogspot.com/

Metallica no Brasil \\ Clássicos, pirotecnia e gafe de Hetfield em Porto Alegre


O primeiro show da banda norte-americana Metallica em seu retorno ao Brasil após quase 11 anos reuniu mais de 20 mil pessoas no Parque Condor, em Porto Alegre. Em pouco mais de duas horas de espetáculo, a banda mostrou porque é o principal nome na história do thrash metal.

Anteriormente agendado para o estádio do São José, o local foi alterado devido a problemas de regularização junto ao Corpo de Bombeiros. A chuva que caiu no início da tarde em Porto Alegre parou antes da abertura dos portões, às 17 horas, mas deixou de herança ao público um lamaçal que acompanharia todos os fãs durante a noite de quinta-feira.

Quem não conhecia ficou impressionado com a Hibria, banda local que abriu a noite do metal em Porto Alegre. Com turnês pela Ásia, Europa e América do Norte no currículo, o quinteto mostrou porque está consolidando seu nome no cenário do metal internacional. Nos exatos 45 minutos entre a abertura com “Tiger punch” e o encerramento com “Steel lord on wheels”, a banda despejou um power metal vigoroso, deixando o palco ovacionada pelo público já aquecido para a atração principal.

Metallica abre com trinca do disco “Ride the lightining” e fãs alucinam

Às 21h50, o silêncio recheado de expectativa foi quebrado subitamente pela projeção no telão de uma cena do clássico faroeste “O bom, o mau e o feio”, e sua trilha “The ecstasy of gold”, que costuma abrir os shows da banda. James Hetfield (vocal e guitarra), Kirk Hammett (guitarra), Robert Trujillo (baixo) e Lars Ulrich (bateria), os quatro aguardados cavaleiros do apocalipse, entraram no palco e deixaram o público em ebulição imediata, abrindo o setlist com “Creeping death” – a exemplo dos shows anteriores da World Magnetic Tour no continente. Na seqüência, outra clássica, “For whom the bell tolls”. Quando ninguém mais esperava por outra do disco “Ride the lightning”, de 1984, a própria faixa-título foi executada – uma raridade nos shows da banda.

A seguir, como um maestro diante de milhares pessoas hipnotizadas, o vocalista James Hetfield invocou uma celebração que pegou a todos de surpresa. Queria que todos comemorassem ao máximo esta, que seria a primeira passagem do Metallica por Porto Alegre. Aparentemente, o show de 1999 no Jóquei Clube da cidade não ficou em sua memória. Mas o show seguiu, petardo após petardo. “The memory remains”, do álbum “Reload” foi a próxima, e colocou todo o público para cantar. A seguir, “Fade to black”, outra que jamais faltaria. Então, o quarteto abriu alas para apresentar as novas músicas, do disco “Death magnetic”, lançado em 2008.
Músicas do novo álbum têm aprovação imediata

A escolha do repertório deixou muito clara uma tentativa de aproximação entre o trabalho mais recente e a fase clássica dos anos 80, quando o Metallica moldou o gênero e se transformou no maior expoente mundial do thrash metal. Também fica óbvio o objetivo de esquecer o período conturbado que quase pôs fim à banda, após a saída do baixista Jason Newsted em 2001. Nenhuma faixa do disco St. Anger, de 2003, foi executada. Visto com restrições pela maior parte dos fãs, tal trabalho virou marco de um período de dificuldades e reconstrução. Tanto a banda quanto o público sabem disso, e tal ausência não foi sentida.

“That was just your life”, “The end of the line” e “The day that never comes” foram tocadas na sequência, com o público cantando junto e mostrando que o novo material está definitivamente aprovado. Então James perguntou se sua audiência queria peso. Com a resposta positiva, o quarteto tirou da manga o que possui de sobra: clássicos. “Sad but true”, “Master of puppets” e “Battery”, intercaladas pela recente e já consagrada “Cyanide” trouxeram o Parque Condor abaixo. Entre elas, a épica “One” abusou da pirotecnia, com chamas, sons de bombardeio e fogos de artifício sincronizados à música sendo lançados de trás do palco.

Para acalmar os ânimos, chegou a vez de “Nothing else matters”, seguida por outra do histórico disco preto de 1991, “Enter Sandman”. Após essa – talvez a música mais emblemática da banda para o grande público – o palco foi abandonado. Seria o fim?

No bis, banda resgata primórdios e Hetfield confirma “primeira vez”

Todos sabiam que não. Na escuridão do palco, o guitarrista Kirk Hammett puxou o riff de “The frayed ends of sanity”, outra de rara execução. Apesar do fiel coro dos fãs, que demonstravam conhecer cada detalhe das canções mais obscuras, a escolha para abrir o retorno da banda ao palco foi a cover de Misfits, “Die, die my darling”. Então, um álbum que ainda não havia sido devidamente contemplado, veio à tona para tranquilizar os mais exigentes. Para quem conheceu o Metallica já no disco “Kill ‘em all”, de 1983, o presente chegou com “Phantomlord”, mais uma música que há décadas não era garantida no repertório.

O público sabia que viria mais, e “Seek and destroy” foi o grito uniforme nos últimos momentos da noite. James Hetfield voltou a celebrar a grande estreia do Metallica em Porto Alegre. “Como é nossa primeira vez aqui, vamos tocar algo simples, mas pesado”. Ao fundo, um Hammett constrangido acenava para o público mostrando os dois dedos, talvez confirmando que lembrava de 1999. Sem problemas: “Seek and destroy” veio, e todos ficaram satisfeitos. Para os fãs que sempre querem mais, o riff de “Wasting my hate” foi executado. Mas só uma vez, e tudo se acabou. Assim, “Load”, disco de 1996, também ficou órfão.

Já com o show finalizado, um membro da equipe da banda é alvo de tortadas e abraços. James explica tratar-se do “presidente do Metallica”, Zach Harmon, o homem por trás das cortinas. Palhetas e baquetas lançadas ao público, Trujillo e Hammett agradecem em português, e Lars chega para consertar as coisas. “Ei, só eu acho que não devemos esperar mais onze anos para tocar aqui em Porto Alegre?” O público concorda.

O quarteto vai embora para São Paulo, que o aguarda para dois shows, sábado (30) e domingo (31). Se James esqueceu 1999, pode também esquecer 2010. Os fãs de diversas partes do Brasil que estiveram em Porto Alegre nesta noite de quinta-feira o perdoam, não se importam, e não esquecerão.

Setlist

Creeping death
For whom the bell tolls
Ride the lightning
The memory remains
Fade to black
That was just your life
The end of the line
The day that never comes
Sad but true
Cyanide
One
Master of puppets
Battery
Nothing else matters
Enter Sandman

Die, die, my darling
Phantomlord
Seek and destroy



Comentários: Set List perfeito, mas em Sampa, eu também gostaria de ver: Whiplash, Fight Fire with Fire, The Thing That Should Not Be, Welcome Home (Sanitarium), Blackened, ...And Justice For All, Harvester of Sorrow e Wherever I May Roam. Aí fudeu!

28 de jan de 2010

Metallica no Brasil \\ Fãs esperam show da banda em Porto Alegre


Com a expectativa do retorno do Metallica ao Brasil, fãs acamparam em torno do Parque Condor, em Porto Alegre, onde a banda se apresenta na noite desta quinta-feira (28). No final desta tarde, os portões foram abertos e muitos seguidores do grupo de James Hetfield correram para garantir um bom local para conferir o show.

A turnê teve início em outubro de 2008, apenas um mês após o lançamento do álbum Death Magnetic, e é a segunda que conta com a participação do baixista Robert Trujillo. Até o momento já foram realizados mais de 120 shows (o de Porto Alegre, primeiro no Brasil, será o 125o). World Magnetic Tour deve terminar em agosto de 2010e pretende somar cerca de 160 apresentações.

Até os shows realizados no início de 2010, Master of Puppets, Enter Sandman, Sad But True, Nothing Else Matters e The Day That Never Comes eram as únicas músicas que haviam sido tocadas em todos os shows da World Magnetic Tour.

Músicas do novo disco, como That Was Just Your Life e The End Of The Line (que têm sido os números de abertura), assim como Broken, Beat & Scarred, My Apocalypse e Cyanide, têm sido tocadas na maioria dos shows, dividindo espaço com clássicos obrigatórios da banda, como One, Seek and Destroy, Frantic, entre outras.

PREVISÃO DO TEMPO
SÁBADO: Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde. À noite o tempo fica aberto.
DOMINGO: Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Serviço\\ Vocalista do Carnal Desire internado por complicações da diabetes


O carismático vocalista Tarso (Carnal Desire) está internado desde o começo do ano por complicações da diabetes. Tarso é diabético há muitos anos e uma simples bolha evoluiu para uma ferida enorme na sola do pé, que infeccionou e comprometeu todo o pé e parte da perna. Sendo assim, o vocalista ficou muito tempo no SUS sem os devidos cuidados e a situação se agravou. Com a mobilização de alguns amigos e conhecidos, foi transferido pra um hospital particular, onde toda a internação está sendo paga pelo vocalista Chorão (Charlie Brown Jr), que é amigo de Tarso há muitos anos.

Mesmo após uma intervenção cirúrgica, a infecção persiste e, como todo diabético, Tarso tem sérios problemas de cicatrização. Para isso, o vocalista precisa de tratamento em uma camera hiperbárica.

Tarso iniciou, no último dia 25 de janeiro, o tratamento e já está mehorando. Porém, para continuar se tratando, necessita de recursos e é nesse momento que precisa de ajuda de seus amigos e fãs. Qualquer quantia já será de grande ajuda para dar continuidade ao tratamento.

Banco Real/Santander
Agência: 0650
Conta/poupança: 22367565-4
Em nome de: Marcus L. Wood

Mais detalhes sobre este tratamento, clique AQUI

Fonte: Baixada Metal (Ludmilla Carvalho)

Rocknews\\ Metallica: tumulto, confusão e show memorável no Chile


Muito peso e dedicação da banda marcaram a noite no Chile; mas quem dera fosse só isso, muita confusão do lado de fora do estádio atrapalhou um pouco o brilho da apresentação do grupo, várias pessoas foram presas, um policial ficou ferido, roubos e muitos danos a locais ao redor do evento foram registrados. Veja textos de jornais chilenos.

"E a justiça foi feita no Chile. O Metallica apresentou um desempenho poderoso e devastador no Clube Hípico. O set list misto, com músicas como 'The Four Horsemen', 'Fade To Black', 'Fight Fire With Fire', incluindo músicas que não haviam tocado nas visitas anteriores de 93 e 99, como 'Blitzkrieg', 'Whiplash' e obviamente as músicas do álbum 'Death Magnetic'.

Dentro do Clube Hipico se via a euforia e a entrega para mostrar o show mais empolgante que o Metallica já fez no país, com cerca de 54 mil fãs. Fora tudo estava indo muito bem, embora os transtornos tenham estourado no início do evento.

Cerca de cem pessoas sem ingressos tentaram entrar pelas laterais do local, exigindo ação da polícia e do pessoal da segurança. Imediatamente apareceram forças especiais e canhões de água para controlar o caos. O saldo: 145 presos, um policial ferido e, principamente, muitos danos a propriedades privadas.

Um policial, Felipe Corporal Espanha, foi agredido com pedras na cabeça e levado rapidamente ao hospital Dipreca. Sua condição é delicada, mas ele se recupera de maneira satisfatória".

No que diz respeito à falta de estacionamento, o saldo foi favorável. "Apenas seis roubos relatados em quase 1500 veículos que estavam estacionados no Clube Hípico. Muita gente utilizou transportes públicos", disse um dos organizadores. Ainda assim, nos primeiros 20 minutos após o final do show, o tráfego era alto e gerou muitos problemas de congestionamento."

Veja o set-list do show:

Creeping Death
For Whom The Bell Tolls
The Four Horsemen
Harvester Of Sorrow
Fade To Black
That Was Just Your Life
The End Of The Line
Sad But True
Broken, Beat and Scarred
Cyanide
One
Master Of Puppets
Fight Fire With Fire
Nothing Else Matters
Enter Sandman
- - - - - - - -
Blitzkrieg
Whiplash
Seek and Destroy

Veja fotos no link abaixo:

http://www.latercera.com/contenido/683_20370_7.shtml



Comentários: Devido ao lamentável episódio do roubo do caminhão da Ticketmaster, em São Paulo, acredito que, infelizmente, também teremos problemas nos arredores do evento.
Muitas pessoas que compraram seus ingressos de boa fé, serão surpreendidas e barradas na entrada do show. Só este fator já será estopim para dar início ao tumulto, principamente, quando estamos lidando com uma multidão.

GUNS no Brasil \\ 1° dia de vendas e 2 setores esgotados


De acordo com o site da Tickets For Fun, responsável pela comercialização de ingressos para o show do GUNS N' ROSES em São Paulo, os setores de Cadeira Coberta e Camarote estão esgotados. Além destes, a meia-entrada para estudantes do setor Pista Premium está indisponível.

O início das vendas para o público em geral começou nesta quarta-feira. Uma semana antes, os clientes Credicard, Citibank e Diners puderam adquirir suas entradas durante pré-venda exclusiva.

A banda liderada por Axl Rose se apresenta na capital paulista no dia 13 de março, no estádio Palestra Itália.

Para mais informações, acesse:

http://www.ticketsforfun.com.br

Traduza\\ Ozzy Osbourne Rules Out Another Black Sabbath Reunion


Ozzy Osbourne has wrecked fans' hopes for another Black Sabbath reunion, insisting the group is like an ex-girlfriend he no longer wants to date. The rocker refuses to rule out another tour with his old band mates, but insists it isn't something he's planning for the immediate future.

Osbourne, who is currently embroiled in a copyright battle with Sabbath guitarist Tony Iommi, says, "I'm not gonna say I've written it (reunion) out forever, but right now I don't think there is any chance. But who knows what the future holds for me? If it's my destiny, fine."

Black Sabbath last toured with Ozzy as frontman in 2005 and the band mates last reunited to perform at their Rock & Roll Hall of Fame induction ceremony in 2006.

Osbourne adds, "I had girlfriends when I was younger and I would go, 'Oh, I would really like to go back with Shirley,' and then you do and you go to yourself, 'What the f**k was I thinking?'

Rocknews\\ U2 não deve fazer shows na América Latina em 2010, diz empresário da banda


A milionária turnê do U2, "360º", não deve passar este ano pelo Brasil. Segundo o empresário da banda, Paul McGuiness, Bono e seus companheiros de palco não planejam viajar com o show pela América Latina em 2010.

Em entrevista ao jornal chileno "El Mercurio", McGuiness disse que a grandiosidade do show dificulta a vinda dos irlandeses, já que os custos da turnê chegariam, por dia, a US$ 3 milhões. "A '360º Tour' é uma das maiores que se pode imaginar. No total, são três cenários que precisam viajar em um navio em 200 contâineres. Talvez voltemos no início de 2011, mas isso ainda temos que definir", contou.
U2 E A TURNÊ "360º"

Ainda na entrevista, o empresário comentou que o U2 pensa seriamente em lançar seu próprio "Rock Band" e falou sobre os trabalhos da banda no sucessor de "No Line On The Horizon" (2009). Ele contou que os músicos já estão compondo novas canções e que o disco deve sair quando terminar a turnê.

Na semana passada, o guitarrista The Edge disse ao site EX.com que a banda já está trabalhando em diversas músicas novas. "Algumas delas são muito, muito feliz. Estamos convencidos de que temos algo realmente especial", contou.

No ano passado, Bono disse à "Rolling Stone", que o novo disco seria para "partir corações, um trabalho reflexivo, meditativo, mas não indulgente", e ainda comparou o projeto à obra-prima do jazzista John Coltrane, "A Love Supreme", gravado em 1964.

The Edge acrescentou que o U2 está experimentando arranjos diferentes. "Eletrônico é uma das coisas que estamos testando", contou, "mas há outras músicas que são muito tradicionais, quase folclóricas. Nós só não descobrimos ainda onde é que esse disco vai chegar".

Paralelo ao novo disco, o vocalista do U2 Bono também gravou uma nova música com Jay-Z para ajudar a angariar fundos para as vítimas dos terremotos no Haiti.



Comentários: Isso porque já tinham até publicado as possíveis datas da turnê brasileira, inclusive tocando na festa de aniversário da capital, Brasília.

27 de jan de 2010

Rocknews\\ Metallica: show histórico e músicas lendárias em Córdoba


O Metallica se apresentou no último domingo, 24 de janeiro, na cidade de Córdoba, na Argentina. Foi o terceiro show no país, mas isso não mudou em nada todo o peso da banda e a empolgação do público, pelo contrário, a banda mudou um pouco o set-list e se baseou em músicas do clássico "Black Album", para fazer uma apresentação histórica.

O site "Rolling Stone Argentina" fez uma resenha sobre o show, veja trecho:

"Contrariando algumas críticas que falavam que o Metallica estava de volta aos seus dias de glória e precisava mostrar serviço, os inventores do thrash metal deram um show incrível em Córdoba, algo descomunal para o local. Um dos pontos mais atraentes do concerto deste domingo foi realmente este, era realmente incrível a qualidade da banda para um show exclusivo em uma arena da cidade, mas não era só isso, claro.

James Hetfield, Lars Ulrich e companhia fizeram desta uma data histórica e foram disparando hits atrás de hits, um set-list bem diferente do apresentado em Buenos Aires. O repertório foi baseado no "Black Album" ("Of Wolf and Man", "Enter Sandman", "Nothing Else Matters", "Sad But True" e "Holier Than You") e no atual disco "Death Magnetic" ("That Was Just Your Life", "The End of the Line", "Cyanide" e "My Apocalypse!"), ao contrário do tracklist apresentado desde o México, quando as músicas eram baseadas no álbum "Ride The Lightning". Certamente, nem o mais otimista dos fãs que estavam na grade tinha em mente que o fechamento com "Seek & Destroy" seria espetacular. Hetfield desceu do palco para ficar próximo aos fãs e viu o rosto de cada um que se aproximou do microfone para cantar as três palavras do refrão. Isto é só um pouco para vocês perceberem como foi a magia e o peso do show de Córdoba".

Set-list:

Creeping Death
No Remorse
Holier Than Thou
Of Wolf And Man
Welcome Home (Sanitarium)
That Was Just Your Life
The End Of The Line
Sad But True
Cyanide
My Apocalypse
One
Master Of Puppets
Damage Inc.
Nothing Else Matters
Enter Sandman
Breadfan (Budgie cover)
Hit The Lights
Seek & Destroy

Traduza\\ OVERKILL, ANTHRAX, SAVATAGE Members Perform With HAIL! In New York City


Kevin Alba from MetalAsylum.net has submitted the following report:

HAIL!, the all-star band featuring bassist David Ellefson (ex-MEGADETH), guitarist Andreas Kisser (SEPULTURA), vocalist Tim "Ripper" Owens (YNGWIE MALMSTEEN, ex-JUDAS PRIEST, ICED EARTH) and newly appointed chameleon drummer Mike Portnoy (DREAM THEATER), played its first U.S. show last night (Tuesday, January 26) at B.B. King Blues Club & Grill in New York City.

As a special treat for New York, SAVATAGE/TRANS-SIBERIAN ORCHESTRA guitarist Chris Caffery joined the guys on smoking renditions of "Lights Out" by UFO (which Ripper said the band learned just for Eddie Trunk who presented the band tonight because UFO is his favorite band), "Metal Church" by METAL CHURCH (which featured an excellent guitar solo trade-off between Chris and Andreas), and JUDAS PRIEST's "Green Manalishi". Bobby "Blitz" Ellsworth from OVERKILL was such a fitting voice for AC/DC's "Highway to Hell" and "TNT", and MOTÖRHEAD's "Overkill", and ANTHRAX's Frank Bello was a ball of energy for MOTÖRHEAD's "Overkill", KISS' "Cold Gin" and ANTHRAX's rendition of "Got The Time".



B.B. King was rather packed with a very energetic audience singing along (especially on "Cold Gin" by KISS), banging their heads and raising their fists to some of metal's greatest anthems. WINGER frontman Kip Winger was also in attendance hanging out and having a good time with his buddies in HAIL! following his guest appearance with WINGER/WHITESNAKE guitarist Reb Beach on VH1 Classic's "That Metal Show" taping which will air in late February/early March.



HAIL!'s setlist was as follows:

01. Ace of Spades (MOTÖRHEAD)
02. Territory (SEPULTURA)
03. Grinder (JUDAS PRIEST)
04. Stand Up And Shout (DIO)
05. Balls To The Wall (ACCEPT)
06. Mouth For War/Domination (PANTERA)
07. Walk (PANTERA)
08. Neon Knights (BLACK SABBATH)
09. Wrathchild (IRON MAIDEN)
10. Lights Out (UFO) (w/ Chris Caffery on guitar)
11. Metal Church (METAL CHURCH) (w/ Chris Caffery on guitar)
12. Green Manalishi (JUDAS PRIEST) (w/ Chris Caffery on guitar)
13. Highway To Hell (AC/DC) (w/ Bobby Blitz on vocals)
14. TNT (AC/DC) (w/ Bobby Blitz on vocals)
15. Overkill (MOTÖRHEAD) (w/ Bobby Blitz on vocals and Frank Bello on bass)
16. Got The Time (ANTHRAX) (w/ Frank Bello on bass)
17. Run To The Hills (IRON MAIDEN) (w/ Chris Caffery, Frank Bello and Bobby Blitz on guest vocals)

Encore:
18. The Four Horsemen (METALLICA)
19. Symptom Of The Universe (BLACK SABBATH)
20. South Of Heaven (SLAYER)
21. Whiplash (METALLICA)



Pictures above were taken by Rich Catino from MetalAsylum.net.

Rocknews\\ Metallica: corpo encontrado pode ser de fã desaparecida


De acordo com uma reportagem do WTKR.com, os pais de Morgan Harrington, fã do METALLICA que desapareceu durante um show da banda no último dia 17 de outubro em Virginia nos EUA, foram encaminhados para uma fazenda na área de Charlottesville para identificar restos mortais encontrados no condado de Albemarle no último dia 26.

Um morador de Albemarle County encontrou os restos mortais pela manhã em uma residência privada chamada Anchorage Farm na parte sul do condado de Albemarle nos EUA.

Ele disse que inicialmente não sabia se eram humanos ou animal, descrevendo-os como em um estado muito avançado de decomposição. "Eu olhei para baixo e vi o que parecia ser um crânio humano e meu primeiro pensamento foi que era a Morgan Harrington", contou o morador.

Ele disse que o crânio não tinha cabelo e ele não podia afirmar se os restos mortais eram do sexo masculino ou feminino.

A fazenda fica a dez quilômetros de distância do John Paul Jones Arena, em Charlottesville, onde Morgan Harrington de 20 anos foi vista pela última vez.

Em uma entrevista para o WTKR.com Dan Harrington, pai de Morgan, estava em lágrimas e disse que este é um dia horrível para a família.

Rocknews\\ AC/DC comemora 30 anos de "Back In Black" e integra trilha sonora de "Homem de Ferro 2"


O AC/DC foi anunciado como atração principal da edição 2010 do Download Festival, que acontece em junho na Inglaterra. Enquanto o evento comemora 30 anos de seus primeiros shows realizados em Donington Park, no condado de Leicestershire, o AC/DC celebra o 30º aniversário do seu clássico álbum "Back In Black".

Em entrevista ao programa "XFM Rock Show", da rádio inglesa XFM, o produtor do festival, Andy Copping, disse que a edição deste ano pode ter algo especial para comemorar as duas datas. "Absolutamente sim. Você nunca sabe o que pode acontecer no dia", falou.

Uma campanha no Facebook já foi aberta pelos fãs para que o AC/DC toque "Back In Black" na íntegra durante o Download Festival, que será entre os dias 11 e 13 de junho. Já estão confirmados também Stone Temple Pilots, Motörhead, Them Crooked Vultures, Deftones, Megadeth, Wolfmother, Bullet For My Valentine e Volbeat.

Além do festival, foi anunciado também que o AC/DC será responsável por toda a trilha sonora do filme "Homem de Ferro 2", que estreia no dia 28 de abril. O disco "AC/DC: Homem de Ferro 2" terá mas 15 sucessos da banda de Angus Young e chega às lojas no dia 19 do mesmo mês de estreia.

Veja as músicas que fazem parte de "AC/DC: Homem de Ferro 2":

"Shoot To Thrill"
"Rock 'N' Roll Damnation"
"Guns For Hire"
"Cold Hearted Man"
"Back In Black"
"Thunderstruck"
"If You Want Blood (You've Got It)"
"Evil Walks"
"T.N.T."
"Hell Ain't A Bad Place To Be"
"Have A Drink On Me"
"The Razor's Edge"
"Let There Be Rock"
"War Machine"
"Highway to Hell"

GUNS no Brasil \\ Divulgado mapa dos assentos para show em SP


A banda liderada por Axl Rose se apresenta no estádio Palestra Itália, dia 13 de março, dando continuidade à turnê do álbum "Chinese Democracy". Os valores dos ingressos variam entre R$ 120 e R$ 400. O início das vendas para o público em geral começa nesta quarta-feira (27).

Serviço: GUNS N' ROSES em São Paulo
Local: Estádio Palestra Itália
Data: 13 de março
Horário: 21:30

R$ 120 (arquibancada)
R$ 180 (cadeira descoberta)
R$ 200 (cadeira descoberta especial)
R$ 200 (pista)
R$ 280 (cadeira coberta)
R$ 400 (pista premium)

26 de jan de 2010

Rocknews\\ Megadeth: "Rust In Peace" na íntegra em turnê comemorativa


O poderoso MEGADETH irá juntar forças com TESTAMENT e EXODUS para uma curta turnê de 1 mês com esses titãs do thrash pelos Estados Unidos na comemoração do 20º Aniversário do álbum "Rust In Peace". Esses serão shows incrivelmente especiais para o deleite dos fãs do MEGADETH, uma vez que a banda estará tocando seu álbum de maior expressão do gênero, na íntegra, além das outras músicas favoritas do público.

Confira as datas dos shows:

3/1 – Spokane, WA – Knitting Factory
3/2 – Boise, ID – Knitting Factory
3/3 – Medford, OR – Medford Armory
3/6 – Calgary, AB – Big Four (Testament with Special Guests)
3/7 – Edmonton, AB – Shaw Conference Centre (Testament with Special Guests)
3/8 – Saskatoon, SK – Prairieland Exhibition Hall
3/11 – Indianapolis, IN – Murat Theater
3/12 – Pittsburgh, PA – Palace Theater
3/13 – Buffalo, NY – Town Ballroom
3/15 – Washington, DC – 9:30 Club
3/16 – Baltimore, MD – Rams Head Live
3/18 – Scranton, PA – Scranton Cultural Center
3/19 – Norfolk, VA – The NorVa
3/21 – Atlanta, GA – Tabernacle
3/22 – Asheville, NC – Orange Peel
3/23 – Memphis, TN – Minglewood Hall
3/25 – Houston, TX – Verizon Wireless Theater
3/26 – Austin, TX – Stubb’s Amphitheater
3/27 – Lubbock, TX – The Pavilion
3/28 – El Paso, TX – Club 101
3/30 – Tucson, AZ – Rialto Theater
3/31 – Hollywood, CA – Hollywood Palladium (Testament with Special Guests)

Traduza\\ Family Struggling To Repatriate Body Of AFTER DEATH Musician TIMOTHY KENNELLY


Telegraph.co.uk reports: The family of a "heroic" teenage musician who drowned trying to save his friend off the coast of Brazil have said they will struggle to pay the "huge" cost of bringing his body home.

Timothy Kennelly, 18, died last Thursday after diving into rough waters off the Brazilian coast of Atalia in a bid to save his drowning bandmate, Leon Villalba, 21. The pair, from London, were on a six-week tour with their heavy metal band, AFTER DEATH.

Kennelly's parents flew out to Brazil over the weekend, but have since discovered that they will have to pay the full cost of repatriating their son's body themselves because none of the band members had insurance.




Comentários: Sempre quando vamos viajar, reclamamos dos valores referentes ao seguro de serviço funerário. Somente quando acontece alguma fatalidade, nos damos conta que isto é realmente muito importante.

AXL vs SLASH \\ No Truth To Rumors Of SLASH Gear Ban At GUNS N' ROSES Concert


According to Pollstar.com, there appears to be no truth to the rumor that fans wearing T-shirts depicting former GUNS N' ROSES guitarist Slash were to turn the shirts inside out if they wanted admittance to the band's concert in Winnipeg, Manitoba, Canada last Wednesday. Several media outlets claim they came up empty when trying to find anyone who actually experienced a Slash ban at a GN'R show last week.

Fernando Lebeis, the son of Beta Lebeis — GUNS N' ROSES frontman Axl Rose's personal assistant — has denied that any such ban ever took place. Writing on a GN'R message board, he said, "We did not advise any security to ban any sort of apparel.... If they did, they did it on their own accord, or under someone else's order — from within their management."

Traduza\\ AC/DC To Play Entire 'Back In Black' Album At U.K.'s DOWNLOAD Festival?


Andy Copping, the organizer of the U.K.'s Download festival, has told Xfm's "Rock Show" that a possiblity exists that AC/DC will celebrate the 30th anniversary of its landmark album, "Back In Black", by performing the LP in its entirety when they headline this year's event.

Asked by Ian Camfield whether Copping had broached the idea of playing the "Back In Black" album in full, the festival chief said, "Absolutely, of course. You just never know what might happen on the day. I'm not saying it’s going to happen, but it's a possibility."

Read more from Xfm.co.uk.

25 de jan de 2010

Traduza\\ AC/DC, STONE TEMPLE PILOTS, THEM CROOKED VULTURES Confirmed For U.K.'s DOWNLOAD Festival


AC/DC, STONE TEMPLE PILOTS, THEM CROOKED VULTURES and DEFTONES are among the confirmed bands for this year's Download festival,set to take place June 11-13, 2010 at Donington Park, united Kingdom.

The following acts are slated to appear at this year's event:

AC/DC
STONE TEMPLE PILOTS
THEM CROOKED VULTURES
DEFTONES
BULLET FOR MY VALENTINE
MEGADETH
MOTÖRHEAD
WOLFMOTHER
VOLBEAT

More acts will be announced soon.

Andy Copping, Download festival promoter, commented: "Download 2010 will be one for the history books. It will see the return of the world's greatest rock band to the most legendary and spiritual home of rock. We have been pushing for this moment for many years, but for this to become reality alongside the likes of THEM CROOKED VULTURES, MOTÖRHEAD and MEGADETH is the best 30th anniversary of the site we could have dreamed of, it's also going to be a fantastic tribute to Maurice Jones who started this all off back in 1980."

John Probyn, COO Live Nation, added, "The Donington site and its continuing flexibility should take some of the credit for the longevity and success of both Monsters of Rock and Download festival. We are thrilled that our 30-year association with the site will be marked not only with a superb line-up, but also by the expansion of Download 2010 to accommodate more festival-goers than ever."

Weekend tickets for Download 2010 go on on Friday, January 29 at sale 9:00 a.m.

AXL vs SLASH \\ Zakk Wylde: guitarrista critica Axl Rose em seu Twitter



O guitarrista ZAKK WYLDE postou recentemente em seu Twitter sua opinião a respeito da proibição de pessoas com camisetas e referências a SLASH em shows do GUNS N'ROSES.

"Axl só pode estar de brincadeira...
Deixar pessoas fora do show apenas por estarem com camisetas do Slash????!!!!!
Você só pode estar brincando.
O que acontece se eles estiverem vestindo 'Appetite' ou 'Illusion' com a banda original? Inacreditável.
E se for uma do Velvet Revolver a pessoa vai presa eu acho!"

Rocknews\\ The Killers: banda cancela shows e estaria próxima do fim


Depois de anunciar que as apresentações na Ásia seriam as últimas antes da banda entrar de férias por tempo indeterminado, o THE KILLERS agora veio a público para dizer que as mesmas foram canceladas. A informação é do Terra. Através de um comunicado publicado em seu site oficial, o grupo americano confirmou o cancelamento dos últimos shows da turnê. "The Killers foi forçado a cancelar shows em Cingapura, Pequim, Hong Kong, Manila, Tóquio e Seul por circunstâncias não esperadas. A banda pede desculpas e espera remarcar estes shows em breve. Os shows na Austrália continuam confirmados", diz a mensagem. Recentemente, o guitarrista Dave Keuning havia falado sobre a intenção da banda em tirar férias prolongadas. "Não tivemos uma folga por um bom tempo. Só fizemos turnês e gravamos discos, faz seis anos que estamos juntos", disse o músico. Com isso, os rumores sobre um possível fim da banda têm ganhado cada vez mais força.

AXL vs SLASH \\ Fãs de Slash são censurados em show do Guns N' Roses no Canadá


Fãs de Slash foram proibidos de manifestar admiração pelo ex-guitarrista do Guns N' Roses durante um show da banda, na quarta-feira passada, no Canadá. Segundo o site TMZ, as pessoas foram obrigadas a vestir do avesso a camiseta com a foto do ídolo e a tirar as cartolas (ícone do músico) da cabeça.

O TMZ conta que questionou a assessoria de imprensa do show sobre a censura. Segundo a produção, a equipe de segurança da apresentação de Axl Rose e companhia assumiram que receberam ordens de um produtor da banda para não permitir o uso de material promocional de Slash.

Slash e Axl Rose não se falam há 13 anos após uma série de brigas entre os integrantes. Em uma carta publicada no ano passado, o vocalista descreveu seu ex-colega de banda como "um câncer", elevando a um novo nível seu repúdio ao guitarrista que se apresenta de cartola.

Atualmente, Slash integra o Velvet Revolver, com os ex-companheiros do Guns N'Roses Duff McKagan e Matt Sorum.

A nova formação do Guns N' Roses vem ao Brasil em março para promover o disco "Chinese Democracy" (2008) em cinco capitais: Brasília (07/03), Belo Horizonte (10/03), São Paulo (13/03), Rio de Janeiro (14/03) e Porto Alegre (16/03).



Comentários: Tal atitude é absurda e fere, de certa forma, os direitos individuais de cada cidadão, que por lei, em um país democrático, pode expressar suas opiniões sobre qualquer assunto. Até mesmo sobre suas preferências no GUNS.
Espero que isto não se repita no show do Brasil.

Metallica no Brasil \\ James Hetfield em entrevista ao Fantástico



A banda que viveu o céu e o inferno do rock volta ao Brasil, depois de 11 anos: Metallica. O Fantástico foi até Lima, no Peru, conferir de perto como vão ser os shows no Brasil.

A maior banda de heavy metal do planeta está de volta. E o Fantástico foi a Lima, capital do Peru, para antecipar como serão os shows do Metallica em Porto Alegre e São Paulo, esta semana, depois de 11 anos de espera.

Ser fã de heavy metal é ser que nem aqueles torcedores fanáticos por futebol: é uma relação com o time, ou com a banda, que ultrapassa os limites da razão. "Ver o Metallica no Peru não tem preço", diz um fã. "É o melhor do melhor".

A banda, criada no início dos anos 80, não perde espaço, como conta um fã das antigas. "Tenho um sobrinho de 18 anos e outro de 14 que adoram Metallica", diz ele.

A mega turnê passou por mais de 120 países. Nós estamos onde milhares de metaleiros adorariam estar. Depois de quase três décadas na estrada, muitas brigas, drogas e rock and roll pesado, o Metallica continua vivo, conquistando multidões pelo mundo com o magnetismo da morte. "Death Magnetic" é o nome do álbum mais recente.

“O ímã tem um lado que atrai e outro que repele", explica o vocalista James Hetfield. "Assim como algumas pessoas têm medo da morte e acham que podem controlar tudo, outras se sentem atraídas por ela”.

Hetfield, que também compõe as letras, diz que se inspirou no destino trágico de alguns astros do rock, como Layne Staley, o líder do Alice in Chains, morto por overdose há oito anos.

“Eu queria entender por que eles foram tão longe e falar do mito do rock, de que é preciso estar drogado ou bêbado para ser criativo. Isso é uma loucura, uma tristeza”, afirma. O próprio James assume que ainda está se recuperando do alcoolismo. "Estou fazendo o melhor que posso. Não tem cura".

O cantor, sempre tão cheio de atitude no palco, revela um lado frágil. "Eu era uma criança calada, tímida. Odiava falar, odiava me comunicar com as pessoas. Mas me comunicar é exatamente o que eu faço hoje, com a música", conta.

O Metallica estourou para o grande público em 91, com o clássico “Álbum Preto”. Na época, a banda chegou a ser criticada por ter se rendido ao pop. Mas James rebate: “Sim, nós queríamos vender muito, nós queríamos ver o disco do Metallica nas mãos de todo mundo. Se você está em uma banda e não deseja isso, tem algo de errado.”

Depois de ganhar fama e dinheiro, o Metallica quase acabou. Primeiro, liderou uma luta contra o acesso grátis a músicas pela internet, uma campanha vista como antipática e que abalou a popularidade da banda. Depois, a saída do baixista Jason Newsted precipitou uma crise criativa e uma batalha de egos, retratadas no documentário "Some kind of monster".

James e o baterista Lars Ulrich brigavam o tempo todo. Em 2003, no auge das brigas internas, o Metallica cancelou um show no Brasil. A repórter Marina raújo pergunta por que levou tanto tempo para eles voltarem. Hetfield responde que não era a hora certa: "Não seria um show 110%, como a gente gostaria. Agora sim, estamos aqui para isso. O relógio do Metallica é muito lento para fazer discos, turnês, qualquer coisa”.

E o que os brasileiros podem esperar? Um espetáculo repleto de sucessos, James garante: "Em um show ao ar livre, em pleno verão, dá vontade tocar as músicas que o público ama. Nossa missão é fazer o máximo de pessoas suar, sorrir e perder a voz, no mundo inteiro".

Traduza\\ TRIVIUM Recording SEPULTURA Cover


Florida metallers TRIVIUM entered the studio last week to record a new song, entitled "Shattering The Skies Above", as well as a cover version of SEPULTURA's "Slave New World". According to bassist Paolo Gregoletto, "[guitarist] Corey [Beaulieu] just wrapped up his 'Shattering' solos. Awesome stuff!"

Video footage of TRIVIUM performing the "Slave New World" cover live late last year with Beaulieu handling lead vocals can be viewed below.

"Shattering The Skies Above" will be featured on the digital extended play (EP) soundtrack for the highly anticipated PlayStation3 (PS3)-exclusive videogame "God of War III". The EP, titled "God of War: Blood & Metal", will be released in March via Roadrunner Records as a part of the "God of War III Ultimate Edition", and will feature four other previously unreleased songs from Roadrunner artists — KILLSWITCH ENGAGE, DREAM THEATER, OPETH and TAKING DAWN.

"Shattering The Skies Above" will mark the recording debut of drummer Nick Augusto, a former TRIVIUM drum tech and a member of the band MARUTA (Willowtip Records), who appears to have permanently replaced TRIVIUM's longtime skinsman Travis Smith (although this has not yet been officially confirmed by the group).

Smith sat out the second leg of the band's North American "Into The Mouth Of Hell" tour in order to take care of "some personal business" at home.

Consumers who purchase the "God of War III Ultimate Edition" will receive a voucher code to download the tracks, as well as downloadable music in the form of the "God of War Trilogy" soundtrack. Fans will also receive a special code to download a director's cut of "God of War: Unearthing the Legend", a full-length movie documentary depicting the history of the "God of War" franchise, access to an exclusive "God of War Challenge Arena" environment with up to seven unique challenges, an exclusive Kratos skin, and a limited-edition art book.

The "God of War III Ultimate Edition" will retail for $99.99 (MSRP).

For more information about "God of War", visit www.GodofWar.com.

Traduza\\ SYSTEM OF A DOWN Frontman: No Reunion Planned


Despite SYSTEM OF A DOWN bassist Shavo Odadjian's recent online teases, fans should not count on seeing the band again in the near future.

"We always have offers to play, from festivals and stuff, but we have not decided to do anything as of yet," vocalist Serj Tankian tells Billboard.com. "We're in touch. We talk. We call it an indefinite hiatus, and that's how we still look at it. Nothing's really changed."

Metallica no Brasil \\ Morumbi começa montagem para os shows


Local de 'Bambis' e muito 'Pó de Arroz', o Morumbi de vez em quando, também é palco para receber Verdadeiros Artistas. E o primeiro evento não-futebolístico do ano no estádio acontece no próximo fim de semana, com direito a guitarras estridentes e fãs barulhentos. A capital paulista é a principal cidade a receber o Metallica, lenda norte-americana do thrash metal.

A montagem para as duas datas na cidade começaram neste fim de semana. O Metallica está trazendo toda a estrutura que apresentou em seu último DVD (Orgulho, Paixão e Glória): palco enorme, telão gigante e efeitos pirotécnicos variados. Por isso, a proteção dos gramados é preocupação fundamental para não prejudicar a volta dos 'bambis' à sua casa. Cerca de 60 mil pessoas são esperadas para cada noite “metálica”.

Agenda\\ John Corabi: vocalista fará shows no Brasil em março


O lendário vocalista John Corabi, que integrou as bandas Mötley Crüe, The Scream, Ratt, Union e ESP, virá pela primeira vez ao Brasil ao lado do guitarrista Chris Nolen para realizar shows acústicos, que serão realizados na segunda quinzena de março, inicialmente em São Paulo e no Rio de Janeiro:

26/03 - São Paulo/SP
Local: Blackmore Rock Bar

27/03 - Rio de Janeiro/RJ
Local: Calabouço Heavy & Rock Bar

Mais informações sobre as datas, locais e pontos de venda de ingressos em breve.

www.freepass.art.br



Comentários: AcustiCUZINHO é foda...

Entrevista\\ Trivium: "se não formos honestos, qual é o sentido?"


Brian Shields, da White Noise Metal, conduziu recentemente uma entrevista com o guitarrista/vocalista Matt Heafy dos metaleiros da banda TRIVIUM da Flórida. Veja um trecho da conversa abaixo.

Em um amplo debate sobre as letras nos quatro álbuns de estúdio do TRIVIUM, Heafy conta a Shields que quer que os fãs saibam o que ele está pensando sobre o mundo. Um exemplo vem da faixa "Detonation" do álbum "The Crusade".

"Eu queria abordar a política social, o que as pessoas estão passando", diz Heafy. "Eu quis fazê-lo irritado. Às vezes é mais fácil fazê-lo um pouco mais eloqüente, um pouco mais pensado e as pessoas o respeitam mais. Eu queria fazer algo furioso. Este país deveria ser um lugar assentado em se viver uma opinião independente da de todos em volta. Eu queria mostrar minhas perspectivas. Às vezes podemos ter fãs que discordam da minha e podem não gostar do que eu tenho para dizer, e talvez algumas pessoas venham da escola de que não se deve discutir suas crenças, mas minha questão é: se não formos completamente honestos nisso, então qual é o sentido? Então eu queria que fosse público o que eu penso."

Desde o início da banda com "Ember to Inferno", Heafy diz que o TRIVIUM tem sido muito claro sobre onde quer chegar.

"Em cada disco que tivemos, os títulos dos álbuns têm refletido diretamente o que estava se passando conosco como banda naquele momento", diz Heafy. "A idéia era ir da insignificância para algo especial. Não sabíamos quando ou como ou se, mas sabíamos que queríamos aquilo. Era nossa meta. É sobre isso que a canção era. Era sobre criar aquela visão de nós mesmos e realmente ir atrás daquilo."

A matéria completa (em inglês) está no site abaixo:

http://www.whitenoisemetal.com/

24 de jan de 2010

Momento Caras\\ NIKKI SIXX termina relacionamento com Kat Von D


O baixista do MÖTLEY CRÜE, Nikki Sixx, que completou 51 anos em dezembro, anunciou que seu relacionamento com a tatuadora Kat Von D, de 27 anos, chegou ao fim.

"Eu quero desejar a Katherine tudo o de melhor em sua vida. Ela amou e inspirou o inferno fora de mim e eu sei que eu tenho feito o mesmo por ela nestes quase dois anos que passamos juntos na Terra.

Estamos dando um tempo no nosso relacionamento por razões as quais escolhemos manter pessoais. Vocês não me verão falando mal dela e acredito que ela também não fará isso... Temos muitas histórias maravilhosas juntos as quais não estragaremos".

Durante uma entrevista em novembro de 2009, Kat Von D falou a Fox News sobre seu relacionamento com Sixx: “Eu aprendo muito com ele — Esta é a relação mais frutífera que já tive. Nós lemos muito juntos e lemos muitos livros de auto-ajuda, e de sabedoria, o que é legal - Eu estou aprendendo constantemente com ele. Nós somos grandes fãs do 'Four Agreements', 'A New Earth' e acabamos de ler o novo livro do Dr. Drew, que recentemente teve um grande impacto sobre mim. Ele fala sobre o narcisismo e formas saudáveis de lidar com isto. Mas (aos olhos do público) é difícil - qualquer um que diz que não está mentindo. Especialmente sobre estar em um relacionamento com alguém que também está no centro das atenções torna difícil não prestar atenção a alguns dos comentários do público".

Rocknews\\ Muse toca cover do AC/DC em festival na Austrália


O Big Day Out é um festival que acontece anualmente em várias cidades da Austrália, desde 1992. Este ano, está acontecendo entre os dias 15 e 31 de janeiro.

No show da última sexta-feira, dia 22, a banda inglesa MUSE fez uma surpresa para os seus fãs australianos. Chamaram ao palco o integrante da banda JET, Nic Cester, e tocaram o clássico "Back In Black" do AC/DC.

Badnews\\ Scorpions: grupo anuncia o fim de suas atividades


A nota abaixo foi postada no site oficial do SCORPIONS:

É sempre um prazer, nossa proposta de vida, nossa paixão e nós temos muita sorte de fazer música para vocês - seja ao vivo no palco ou criando novas músicas em estúdio.

Enquanto trabalhávamos no novo álbum nos últimos meses, nós literamente sentimos o quanto poderoso e criativo foi nosso trabalho – e quanta diversão nós ainda tivemos durante este processo. Mas também havia outra coisa: nós queremos terminar a extraordinária carreira do Scorpions no topo. Nós somos extremamente agradecidos pelo fato de que nós ainda temos a mesma paixão pela música que sempre tivemos desde o começo. É por isto que, especialmente agora, nós concordamos que alcançamos o final desta estrada. Nós terminamos nossa carreira com um álbum que consideramos ser um dos melhores que já gravamos e com uma turnê que começará em nossa casa, na Alemanha e que nos levará pelos cinco diferentes continentes nos próximos anos.

Nós queremos que vocês, nossos fãs, sejam os primeiros a saber desta decisão. Obrigado pelo interminável apoio por todos esses anos!

E agora... vamos começar a festa e nos prepararmos para um "Sting in the Tail" (nome do novo album da banda a ser lançado em março)

Nos vemos na próxima turnê pelo mundo,

Scorpions



Comentários: É triste saber que esta grande banda vai encerrar suas atividades, mas concordo que é mais digno para um artista, terminar a carreira no topo.
Se isto não se tratar de uma estratégia de marketing, como já fizeram KISS e OZZY, sentiremos muita falta destes crazy germans.

23 de jan de 2010

Luto\\ Corpo de músico inglês é encontrado em Sergipe


Foi encontrado, nesta sexta-feira (22), o corpo do músico inglês que se afogou em uma praia de Aracaju. Ele foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade, onde já estava o corpo de outro músico da banda que também morreu afogado. Os dois eram integrantes da banda After Death.

As vítimas seriam, ainda segundo os bombeiros, o guitarrista Leon Villalba e o baixista Timothy Kennely. De acordo com o Corpo de Bombeiros, um dos jovens entrou no mar, na quinta-feira (21), e começou a se afogar. O outro se afogou ao tentar salvar o colega.

De acordo com o IML, os corpos foram identificados por outro integrante da banda, que está no local. O instituto aguarda a chegada de documentos para a liberação dos corpos.

Turnê
A banda está no Brasil desde 14 de janeiro para participar da turnê Master of Hate Tour 2010, que reúne ainda as bandas de death metal Master, dos EUA, e a brasileira Predator.

Entrevista\\ Crashdïet: entrevista com a mãe do falecido Dave Lepard


Hoje, dia 20 de janeiro, é um dia triste para muitas pessoas desde que Dave Lepard, vocalista da banda sueca CRASHDÏET, faleceu, em 2006. Aqui vai uma entrevista traduzida do site RockEyez com a mãe de Dave que, desde 2006, passou a organizar o festival Rest in Sleaze em homenagem ao seu filho, com o objetivo de ajudar bandas jovens de sleaze rock, boa parte delas influenciadas pelo próprio Dave Lepard.

RockEyez: Olá, Lisbeth, bem vinda de volta ao RockEyez.com Um dia muito triste para os fãs de música está para chegar, o dia da morte do seu filho Dave Lepard, dia 20 de janeiro. Faz quatro anos que ele não está mais entre nós.
Lisbeth Hellman: Sim, o mês de janeiro inteiro é um mês ruim! Há tantos pensamentos, e eu fico contando os dias até o dia 20. Mas nós sabemos que este não foi o dia da morte do David! Ele foi encontrado dia 20, mas o médico disse que ele já estava morto há 5, 6 dias… Foi o período no qual não tivemos notícias dele. Então, o dia certo seria dia 13.
(...)

RockEyez: Alguém já falou com você sobre lançar algum material inédito do Dave?
Lisbeth Hellman: Sim, os fãs me pedem, e Chris Laney também está interessado, mas Chris é um homem ocupado… Mas na minha página do Facebook dá para ouvir uma das últimas músicas do Dave, “Victory”! Dave a compôs algumas semanas antes de morrer. (...)

Entrevista\\ Aerosmith: "Teremos encontrado um novo cantor até o verão!"


Em entrevista à agência de notícias canadense QMI, o guitarrista do Aerosmith, Joe Perry, disse que a banda continua atrás de um novo vocalista e testes serão feitos nesta semana. A informação é da Rolling Stone Brasil. "Teremos encontrado um novo cantor até o verão (inverno, no hemisfério sul), e o Aerosmith vai poder voltar à estrada," revela o guitarrista.

Porém, Perry afirma que sua parceria com o vocalista Steven Tyler não termina por aqui, se depender dele. "É difícil conseguir uma resposta direta sobre o que está acontecendo", afirmou, se referindo à situação de Tyler. "(Steven) precisa passar por cirurgia na perna e no pé, o que basicamente vai tirá-lo de cena por um ano e meio. Então, nesse meio tempo, o resto da banda quer tocar. E eu quero tocar com os outros caras no Aerosmith. Então, nós quatro estamos apenas fazendo planos. Vamos achar alguém para entrar lá e ocupar o posto", conta o músico. Perry termina reafirmando seu apreço por Tyler. "Estou pronto para compor com ele, tocar no palco com ele, assim que (Steven) estiver fisicamente pronto - e querer fazer isso", finaliza o guitarrista.

22 de jan de 2010

Sessão Maldita \\ Buckcherry - Lit Up




Oh yeah!
You wanna find it
Come on, yeah
I’m on a plane with cocaine
And yes I’m all lit up again
Cough up love and touch up
Your mama says packin’ lines is sin

Chorus
And yes I’m all litup again
On the couch, in my bed
And yes I’m all lit up again,flyin’
I love the cocaine, I love the cocaine
Mama can you wait,mama can you wait

I’m on a train and ride on
You know the train is stayin’ off the track
I’m in touch love, from this crutch
Well you’re on ten but buddy I’m on eleven

And yes I’m all lit up again
On the couch, in my bed
And yes I’m all lit up again, flyin’
I love the cocaine, I love the cocaine
Mama can you wait, mama can you wait
I love the cocaine, I love the cocaine
Mama can you wait
Oh can you wait long?

Solo break

Crack the door for the curious girl ’cuz she’s waitin’ she’s been waitin’
Chop a line for the fiendin’ man ’cuz he wants one
You know, you know you got to
Can you feel it, can you feel it tonight
Are you high, lord, tell me are ya fuckin’ high?
In the moment, you are just so right
You’re right love, oh you’re right love

And yes I’m all lit up again
On the couch, in my bed
And yes I’m all lit up again, flyin’
I love the cocaine, I love the cocaine
Mama can you wait, mama can you wait
I love the cocaine, I love the cocaine
Mama can you wait, oh can you wait long
oh yeah
you wanna find it
alright.. yeah
yeah...

Luto\\ Master: após fatalidade em Aracaju, turnê continuará


Apesar do falecimento dos membros Leon Villalba e Timothy Kennelly (corpo ainda não encontrado) do grupo londrino AFTER DEATH em um afogamento em Aracaju, a "Master of Hate Tour 2010" terá continuidade em respeito, principalmente, ao público. Em conversa com os membros do AFTER DEATH eles afirmaram "estamos todos enlutados e ainda chocados com tudo o que aconteceu, mas temos certezas que eles gostariam que os shows fossem realizados. Façam isso em homenagem a eles!".

A turnê então, com as bandas MASTER e PREDATOR, terá continuidade a partir do dia 22 de janeiro, e contará com as seguintes datas:

22/01 - Aracaju-SE – Estacionamento
23/01 - Maceió-AL – Oraculo
24/01 - Recife-PE -
29/01 - Natal-RN -
30/01 - Campina Grande-PB – Clube Ypiranga
31/01 - Fortaleza-CE – Reggae Club
04/02 - Picos-PI
05/02 - Teresina-PI – Bueiro do Rock
06/02 - Imperatriz-MA
07/02 - Belém-PA – Lux
12/02 - Palmas-TO – Tendencies Rock Bar
13/02 - Goiania-GO – DCE UFG
14/02 - Brasília-DF – Circulo Operario Cruzeiro Velho
15/02 - Belo Horizonte/MG
16/02 - Catanduva/SP
17/02 - Ribeirão Preto-SP
18/02 - Jaboticabal/SP
19/02 - Campinas-SP
20/02 - São Paulo-SP – Clube Guaraci
21/02 - Otacílio Costa-SC – Otacilio Rock Fest

Foi criado um blog de divulgação da mesma, onde, além de notícias oficiais da turnê, os fãs poderão ver fotos e vídeos dos shows.
Acessem: http://mastersofhate.blogspot.com

Rocknews\\ Ozzy Osbourne: "Farei a turnê mais longa da minha vida!


OZZY OSBOURNE resolveu alterar o título de seu novo álbum, outrora intitulado “Soul Sucka”. “Quando divulgamos pela Internet que este seria o título do meu novo álbum, nenhum de meus fãs gostou”, disse OZZY à Rolling Stone estadunidense. “Eles diziam: ‘como possa andar pela casa com uma camiseta escrita ‘Soul Sucka’. Então decidi pensar em algo melhor”, reiterou o amalucado vocalista.

O agora não-intitulado novo trabalho de estúdio de OZZY chega às lojas do mundo todo em julho, mesmo mês em que o festival itinerante Ozzfest volta à ativa. “Depois desta vindoura edição do Ozzfest, farei a turnê mais longa da minha vida”, revelou.

O novo disco de OZZY, o primeiro desde “Black Rain”, de 2007, contará com faixas como "Let It Die", "Diggin' Me Down" e "Soul Sucka". Este será o primeiro trabalho com a participação do guitarrista grego Gus G., que substituiu Zakk Wylde na banda do ex-frontman do Black Sabbath. “As pessoas ficaram me dizendo, ‘oh, você está acabando com Zakk’”, disse OZZY à Rolling Stone. “Não, eu não estou acabando com Zakk. Ele tem a sua própria porra de banda agora, ele não precisa mais de mim. Eu sabia que precisava encontrar outro guitarrista, mas ficava adiando e adiando isso”.

“Black Rain”, o último lançamento de OZZY, vendeu 500 mil cópias apenas nos Estados Unidos, segundo a RIAA (Recording Industry Association of America), órgão responsável pela contagem de vendas de CDs no país.

“Black Rain” foi ainda relançando em 20 de novembro de 2007 em edição especial, com um CD bônus com faixas ao vivo e sobras de estúdio. O CD incluía as seguintes faixas:

01. I Don't Wanna Stop (live)
02. Not Going Away (live)
03. Here For You (live)
04. Nightmare
05. Can't Save You
06. Love To Hate

O álbum estreou em terceiro lugar nas paradas da Billboard, com pouco mais de 152 mil cópias vendidas apenas na primeira semana de lançamento.

Rocknews\\ Metallica: ansiedade e muito peso em Buenos Aires


Abaixo, trecho de matéria da revista Rolling Stone da Argentina sobre o show do Metallica em Buenos Aires, no dia 21 de janeiro.

E finalmente chegou o dia. Metallica retornou a Buenos Aires e superou as expectativas do público ansioso que queria vê-los novamente após o cancelamento decepcionante de seu show em 2003. Show esgotado, mais de 60 mil pessoas viram essa passagem incrível pela Argentina da turnê World Magnetic. Na verdade, significava mais do que uma simples apresentação do seu último álbum, "Death Magnetic". Quase trinta anos após sua fundação, os quatro cavaleiros do thrash metal honraram seu nome e saciaram a sede dos headbangers.

James Hetfield é um tipo de monstro que come absolutamente tudo em seu caminho, sem misericórdia. O vocalista, como já sabíamos, foi um guerreiro viking: enorme, impressionante e tocando os acordes com muita vontade. Um grande líder que sabe como mover-se, para conquistar o público e, acima de tudo, trazer suas cordas vocais ao máximo.

Veja fotos e matéria completa (em espanhol) no link abaixo.

http://www.rollingstone.com.ar/nota.asp?nota_id=1224767

O set-list:

Creeping Death
For Whom The Bell Tolls
Wherever I May Roam
Harvester Of Sorrow
Fade To Black
That Was Just Your Life
The End Of The Line
Sad But True
Cyanide
All Nightmare Long
One
Master Of Puppets
Blackened
Nothing Else Matters
Enter Sandman
--------
Last Caress
Whiplash
Seek and Destroy

Metallica no Brasil \\ Mudanças na disposição das áreas do show de Porto Alegre


A produtora responsável pelo show do Metallica em Porto Alegre, a Opinião Produtora, emitiu um comunicado informando ao público algumas alterações em relação ao espaço onde a apresentação será realizada.

O espaço chamado lounge será substituído por assentos em arquibancadas cobertas e mais próximas ao palco, montadas nas laterais do Parque Condor. Os fãs que compraram ingressos para o lounge receberão pulseiras de identificação que darão acesso às arquibancadas dos dois lados e à pista.

Além das pulseiras, esses fãs terão a disposição almofadas personalizadas do show que poderão ser levadas embora após o término da apresentação. Essas adequações estão sendo feitas devido a mudança do local do show. Inicialmente a apresentação do Metallica na capital gaúcha seria no Estádio Zequinha, mas foi mudada para o Parque Condor.

Quem comprou ingresso antecipadamente e se sentiu prejudicado com a mudança de local pode solicitar o reembolso do valor pago na bilheteria da loja Multisom, localizada na Rua Andradas, 1.001, ou na Fnac do BarraShoppingSul.

O Metallica se apresenta em Porto Alegre no próximo dia 28 de janeiro. Depois a banda toca em São Paulo nos dias 30 e 31.



Comentários: A galera que comprou ingressos para o setor VIP, deve estar puta da vida, mas pelo menos, vão levar uma ALMOFADA pra casa...rsrs

Rocknews\\ Hope for Haiti também será exibido no Brasil


O show beneficente Hope for Haiti também será exibido no Brasil. A transmissão será feita pelo canal por assinatura Multishow neste sábado, 23, às 16h30. O evento é organizado pelo ator George Clooney e contará com a participação de diversos artistas que se apresentaram nos palcos montados em Los Angeles, Nova York e Londres.

Alguns dos participantes do evento são Madonna, Beyoncé, Shakira, Sting, Bruce Springsteen, Justin Timberlake, Alicia Keys, Christina Aguilera, Dave Matthews, Stevie Wonder, Taylor Swift, Coldplay, Kid Rock, Sheryl Crowe, Mary J. Blige, Jay-Z e Rihanna.

Em Los Angeles o show será apresentado por George Clooney, em Nova York pelo rapper haitiano Wycleaf Jean, e em Londres pelo ator Robert Pattison.

<< mais lidas

© Copyright - Diário do Rock - Headbangers Blog! - Todos os direitos reservados
anthony@diariodorock.com.br