www.diariodorock.com.br: MEDA \\ Lamb of God: candidatura à Presidência dos Estados Unidos
"Satan laughs as you eternally rot!"

27 de jan de 2012

MEDA \\ Lamb of God: candidatura à Presidência dos Estados Unidos


Randy Blythe, o vocalista do Lamb of God – cujo último álbum, Resolution, lançado no início de 2012, é excelente -, anunciou que estará concorrendo, de forma independente, à Presidência dos Estados Unidos.

A eleição norte-americana ocorrerá dia 6 de novembro, mas já estão acontecendo diversas prévias pelo país para escolher o candidato do Partido Republicano que disputará o cargo com Barack Obama, do Partido Democrata.

A eleição na terra do Tio Sam sempre é polarizada entre os Republicanos, mais conservadores, e os Democratas, com uma política mais liberal. Porém, qualquer cidadão do país pode concorrer ao cargo, e, por esta razão, é comum que várias pessoas comuns se lancem como candidatos. Em 1989, Frank Zappa também anunciou a sua candidatura.

Leia abaixo o texto que Randy Blythe postou em seu blog, anunciando a sua intenção de concorrer ao posto de Presidente dos Estados Unidos:

“Estamos em 2012, o ano em que o calendário Maia prevê uma revolução cataclísmica em nosso planeta, talvez até o fim do mundo como nós o conhecemos. Não sei se essas previsões catastróficas têm alguma validade, mas sei de uma coisa: os candidatos potenciais na corrida pela Presidência dos EUA parecem merda pura.

Eu não estou particularmente feliz com nenhum dos candidatos. Em um enorme golpe aos nossos direitos civis, Obama assinou em silêncio o NDAA para o ano fiscal de 2012, enquanto os americanos bebiam champanhe tranquilos brindando o ano novo. O Partido Republicano está desfilando um monte de bunda-moles naquele que é o capítulo mais embaraçoso de sua história. Quando você pensou que nada poderia ser pior que Sarah Palin, eles nos apresentaram a lunática Michele Bachman. Eu não entendi até agora porque Ron Paul será o provável canditado republicano, provavelmente carregando suas armas e nos preparando para o pior.

Temos o pior Congresso da história dos Estados Unidos. Acontece um infame concurso bipartidário em Washington, onde não só nada está sendo feito, como nada é permitido ser feito. Há um monte de crianças mimadas no comando. Esses balbuínos estão parando qualquer proposta que possa ser útil. Há muito pouco compromisso em Washington, e quase nenhum respeito pelo bem estar do povo americano. É patético!

Algo tem que mudar. A América está caindo aos pedaços diante de nós, e estamos sentados deixando isso acontecer. Precisamos de alguém que entre no jogo e realmente tome conta, alguém que não pode ser comprado pelos dólares corporativos porque não quer ou não precisa disso.

Precisamos de um homem que não tenha medo de arriscar o seu pescoço e do risco embaraçoso de fazer a coisa certa, um homem incapaz de ficar constrangido porque ele já fez todas as coisas estúpidas que poderia fazer. Precisamos de um filho da puta com má reputação, que não tenha medo dos bilionários nos debates ao vivo na TV, fazendo os megaricos entenderem que ninguém está acima da lei aqui, a Terra dos Livres e o Lar dos Bravos. Enfim, precisamos de um homem que simplesmente não foda com tudo.

América, esse homem sou eu.

Esse é um direito meu. David Randall Blythe. Randall. Tio Randy. Aquele cara daquela banda, que ficou bêbado e lutou usando uma saia. Eu amo os Estados Unidos como um nerd ama seus computadores, e estou profundamente desgostoso com o estado das coisas. Eu estou pronto, disposto e capaz de foder tudo sem um mínimo segundo de hesitação, fazendo o que é preciso para consertar este país.

Tudo o que você precisa fazer é me eleger como o próximo Presidente dos Estados Unidos, e deixar o resto por minha conta”.

0 comentários:

<< mais lidas

© Copyright - Diário do Rock - Headbangers Blog! - Todos os direitos reservados
anthony@diariodorock.com.br