www.diariodorock.com.br: Entrevista\\ Duff McKagan: "foi ótimo tocar com Axl e o novo Guns"
"Satan laughs as you eternally rot!"

22 de out de 2010

Entrevista\\ Duff McKagan: "foi ótimo tocar com Axl e o novo Guns"


O baixista original do GUNS N’ ROSES, Duff McKagan foi entrevistado ontem, 21 de outubro, na edição matinal do “The BJ Morning Experience”, na rádio “KISW 99.9 FM”, em Seattle, e falou sobre sua aparição surpresa no show do Guns n’ Roses em Londres.

Sobre sua participação no show de sua antiga banda:

“As coisas acontecem na vida, bem loucamente, quando você menos espera que vão acontecer”. “Não falei publicamente sobre isso com ninguém. E realmente, é como… Eu sei que somos pessoas públicas, ou seja lá o que você queira chamar, mas aquilo foi um lance privado, apesar de estarmos num palco tocando em frente a 14 mil pessoas”.

“Ao longo dos anos, especialmente nos negócios e coisas do tipo, se você tem uma ruptura nos negócios, você começa a demonizar o outro. E se esta ruptura é pública, outras pessoas de ajudam a demonizar”.

“Foi meio idiota… Assim que subi no palco na quinta da semana passada, meu e-mail enlouqueceu… Era a 'Rolling Stone' e todos os outros, ‘você pode nos dar uma declaração sobre isso?’, e eu não tinha uma declaração. Não foi algo tão importante. Foi apenas… Foi ótimo”.

“Fui para Londres na quinta passada. Estava lá a negócios que não tinham nada à ver com música. Fiz o check in no hotel que sempre fico por lá, e o gerente foi me levar ao meu quarto. Então ele fala, ‘você vai tocar hoje a noite?’, e eu disse, ‘não, não, estou aqui a negócios desta vez não irei tocar’. Então ele me olhou de uma forma estranha, ‘O quê? Você não vai tocar esta noite’? Eu não tinha idéia que Axl e o Guns n’ Roses estavam em Londres. Então estávamos subindo no elevador, e ele disse ‘sabe, Axl está no quarto ao lado do seu’. Eu tinha que ir direto para umas reuniões. Todas as reuniões eram… Eu estava numa espécie de sala de reuniões com um quarto – era uma sala de reunião de um lado da parede e um quarto do outro. E eu fui direto para estas reuniões, que eram com pessoas do tipo de ‘Wall Street’. Então era uma reunião bem séria, sobre uns lances no qual trabalhei por um ano. Então lá estou eu nestas reuniões, e mais tarde meu telefone começa a tocar. Eram empresários e gerentes de turnês. A notícia de que eu estava no hotel havia se espalhado. E tudo se resumiu ao simples fato… Axl e eu nos encontramos, nos vimos e nos abraçamos. Fui para o show com ele. Haviam uns caras com nós. Havia muito… Como eu disse antes, você passa por muito coisa nos negócios, e há rupturas e demonizações um do outro, e eu acho que dois velhos amigos apenas talvez tenham superado estas barreiras e tiveram uma bela conversa. Não quero fazer nada aqui que vá baratear aquilo, dizendo qualquer coisa para vocês, mas tivemos um ótimo jantar no dia seguinte ao do show”.

0 comentários:

<< mais lidas

© Copyright - Diário do Rock - Headbangers Blog! - Todos os direitos reservados
anthony@diariodorock.com.br