www.diariodorock.com.br: TRETAS\\ Sebastian Bach: "parem de me perguntar sobre reunião"
"Satan laughs as you eternally rot!"

22 de jul de 2011

TRETAS\\ Sebastian Bach: "parem de me perguntar sobre reunião"


O ex-SKID ROW, Sebastian Bach, quer que seus fãs parem de perguntar a ele sobre a possível reunião com seus antigos companheiros de banda, após o baixista Rachel Bolan deixar claro que o grupo nunca voltou atrás, após a demissão de Sebastian em 1996.

Conversando com Adam Hammer do SCTimes.com, Bolan falou sobre a saída de Sebastian do Skid Row: "Nós pensamos que após o seu desligamento, nunca iríamos nos reunir novamente. Mesmo assim, continuo recebendo e-mails, e o escritório de nosso empresário está cheio de cartas de pessoas querendo a volta do Skid Row. Se nós voltarmos, mesmo assim não será como era antes".

Ele acrescentou: "Quando Johnny Solinger (atual vocalista do Skid Row) entrou na banda, em 1999, ele nos deu um chute em nossos traseiros. Ele era um cara diferente e tudo que saia dele era positivo".

Sobre os rumores de uma reunião com Sebastian, Bolan disse: "Na verdade, nunca houve qualquer negociação. Isso foram apenas boatos. Nós nos livramos dele nos anos 90 e nunca mais olhamos para trás. Após a primeira turnê com Solinger nos vocais, parecia que este era é o caminho que sempre queríamos seguir. É tão estranho, quando eu ouço uma música antiga no rádio, não estou acostumado a ouvir uma música antiga com Johnny cantando".

Depois dos comentários de Bolan postado no site BLABBERMOUTH.NET, Bach twittou a seguinte resposta ao artigo: "Se isso serve como resposta para fazer com que vocês parem de me perguntar 'quando a banda fará uma reunião', pois bem. ISSO NÃO VAI ACONTECER".

Anteriormente Bach falou da possibilidade de uma reunião com o Skid Row, com ele nos vocais, em uma conferência de imprensa em fevereiro deste ano, em Los Angeles, durante o Revolver Golden Gods awards: Ele disse: ‘Não, porque eu não baseio minha vida em 2011 em cima de algo de 30 anos atrás. E eu também… eu fui chutado daquela banda. Tipo, se você trabalhasse no Pizza Hut e fosse despedido, você estaria batendo na porta do Pizza Hut dizendo 'Por favor, me deixem voltar?' Você diria, 'Foda-se o Pizza Hut! Vai se foder' E eu pensei, 'Fodam-se! Querem me chutar pra fora? Vão se foder!' (risos) Eu sempre fico perplexo com isso. Você não quer que eu cante na sua banda? Vai tomar no cu! Não se machuque procurando alguém que possa. (risos)’.

0 comentários:

<< mais lidas

© Copyright - Diário do Rock - Headbangers Blog! - Todos os direitos reservados
anthony@diariodorock.com.br