www.diariodorock.com.br: Entrevista\\ Suicide Silence: "vamos durar mais que o estilo deathcore"
"Satan laughs as you eternally rot!"

26 de jun de 2011

Entrevista\\ Suicide Silence: "vamos durar mais que o estilo deathcore"


Jon Wiederhorn, da Guitar World, conduziu recentemente uma entrevista com os guitarristas Mark Heylmun e Chris Garza, do SUICIDE SILENCE. Alguns trechos da conversa seguem abaixo.

Guitar World: Quando vocês começaram a trabalhar em canções para (o álbum novo do SUICIDE SILENCE) "The Black Crown"?

Mark Heylmun: Para mim, começou em dezembro de 2009, quando estávamos em turnê com o MEGADETH. Foi quando eu comecei realmente a pensar nos riffs e também estava imaginando o álbum. Mesmo não começando de fato ali, eu pensei sobre como seria quando estivesse acabado e o que iríamos fazer para começar a escrever. Sugeri para o pessoal ir até um lugar e alugá-lo por algumas semanas, longe de tudo, para todos colocarem as idéias sobre a mesa, ver se são boas ou ruins e ver onde a cabeça de todo mundo está. Isto aconteceu entre dezembro de 2009 e fevereiro de 2010.

Chris Garza: Estávamos todos muito revigorados. Eu não tinha nenhum riff. Nos reuníamos todos os dias, mas isso acabou por nem sequer fazer o álbum, apenas nos reuníamos para começar a fazer a essência fluir.

Mark Heylmun: Sim, na época eu não tinha nem 30 segundos ou um minuto das músicas atuais. Foi mais a idéia de como as músicas e estruturas seriam e como iríamos crescer a partir do último álbum. Eu tinha alguns riffs e achava que eram legais. Nós escrevemos algumas músicas, mas nenhuma delas entrou no produto final. Foi mais uma coisa para voltar à onda de escrever, já que não tínhamos escrito nada juntos em um ano e meio. E foi também a primeira vez que estávamos escrevendo com o nosso novo baixista (Dan Kenny). Então, nós apenas nos reunimos para ver o que sairia espontaneamente, que é a forma na qual escrevemos os dois primeiros álbuns.

Guitar World: Houve diferentes influências na gravação desta vez?

Mark Heylmun: Bem, nós não tivemos medo de mostrar de onde viemos, então você pode ver a influência do KORN, e coisas como SUFFOCATION, MORBID ANGEL e PANTERA. E até mesmo como toco, há pequenas partes que você nota que são tipo como o OPETH - só coisas que teríamos tido mais medo de fazer anteriormente.

Guitar World: Vocês todos se relacionaram bem durante a escrita e gravação de "The Black Crown"?

Mark Heylmun: A gente sempre se relaciona bem até certo ponto. Ou não estamos muito bravos com o outro, que ainda pode ser racional e falar com outros sobre isso. Mas eu não acho que nenhum de nós realmente gostaria de ser louco com o outro. Nós não gostamos de sair na mão, como às vezes acontece.

Guitar World: Então, ainda podemos chamar o SUICIDE SILENCE de uma banda de deathcore?

Mark Heylmun: Não me importa mais do que as pessoas nos chamam. Era estranho no começo, só porque não soava legal e de onde viemos não é apenas death metal e hardcore. Vamos durar mais que o gênero deathcore assim como KORN, DEFTONES e SLIPKNOT sobreviveram ao gênero nu-metal.

0 comentários:

<< mais lidas

© Copyright - Diário do Rock - Headbangers Blog! - Todos os direitos reservados
anthony@diariodorock.com.br