www.diariodorock.com.br: Entrevista\\ Nikki Sixx: "um conselho, tente não cheirar a Colômbia"
"Satan laughs as you eternally rot!"

16 de set de 2011

Entrevista\\ Nikki Sixx: "um conselho, tente não cheirar a Colômbia"


Baixista do MÖTLEY CRÜE e membro fundador do grupo, NIKKI SIXX é um dos astros mais notórios do rock dos últimos 30 anos. Nascido Frank Ferrana na Califórnia em 1958 «uma data tatuada nos punhos de sua mão direita», ele passou grande parte dos anos 80 equilibrando o estrelato com um vício em heroína que literalmente o matou por dois minutos em 1987. Desde que se reabilitou, ele coleciona empreitadas na literatura, moda, discotecagem e fotografia – This Is Gonna Hurt, o último disco de seu projeto paralelo Sixx AM, é acompanhado por suas fotos de amputados, transexuais e outros ‘marginalizados’.

O que um astro do rock de sucesso tem em comum com o tipo de pessoas que você tende a fotografar?

O produtor do Mötley Crüe, Bob Rock, me disse quando estávamos compondo «o álbum» Dr. Feelgood: “Sobre o que você vai escrever agora que está sóbrio?” E eu disse: “Só porque você vive numa casa de 10 mil pés quadrados, não significa que você não vai deitar a cabeça no inferno.” Eu ainda tenho que ir até o começo e lidar com muita informação que foi carregada em mim. Pra mim, trata-se de ser analítico, terapêutico e um pouco narcisista. Tudo gira em torno de nossa versão de algo.

Você ouve seus discos antigos?

Só se formos tocar uma música antiga em turnê. Eu precisaria ouvi-la. Eu não consigo me lembrar de todas as canções de cabeça.

Há alguma canção que você queria nunca ter gravado?

Há algumas canções em Girls Girls Girls, quando estávamos zuados demais. Há uma faixa chamada Sumthin’ For Nuthin’. Eu a ouvi alguns anos depois de ter me limpado e pensei: “Oh, que merda é essa?”

Que conselho você daria ao Nikki Sixx de 21 anos de idade?

Tente não cheirar a Colômbia.

0 comentários:

<< mais lidas

© Copyright - Diário do Rock - Headbangers Blog! - Todos os direitos reservados
anthony@diariodorock.com.br