www.diariodorock.com.br: ROCK in RIO \\ Angra: o fim do grupo no pior show do Rock in Rio
"Satan laughs as you eternally rot!"

26 de set de 2011

ROCK in RIO \\ Angra: o fim do grupo no pior show do Rock in Rio


Confirmando o que já era dado como certo nos bastidores, o Angra fez uma das piores apresentações da sua carreira e, seguramente, o pior show dessa edição do Rock in Rio. Com o guitarrista Kiko Loureiro de malas prontas para morar na Europa com a família e o vocalista Edu Falaschi dando entrevistas deixando clara a sua insatisfação com o estágio atual do grupo, o quinteto entrou no palco do Rock in Rio nesse domingo sem clima algum entre os integrantes. Para piorar, Edu cantou propositadamente de má vontade e muito abaixo de suas capacidades, demonstrando a sua insatisfação com os demais integrantes do grupo e, sobretudo, e sua falta de profissionalismo com os fãs que estavam ali presentes.

Um triste fim para essa segunda encarnação do grupo, que gravou pelo menos dois discos essenciais - Rebirth e Temple of Shadows. Kiko, o dono da marca Angra ao lado do também guitarrista Rafael Bittencourt, como já disse no parágrafo anterior, está de mudança para a Europa, onde passará a residir. Isso, certamente, irá alimentar nos fãs saudosistas rumores sobre uma possível volta do cantor original, Andre Matos, que também mora atualmente no Velho Mundo, o que não deve acontecer, já que a relação entre ambos é bastante conturbada. Rafael deverá seguir com o seu projeto solo, enquanto Edu colocará todos os seus esforços no Almah, que acaba de lançar seu novo disco, o bom Motion. Felipe Andreolli (companheiro de Falaschi no Almah) e Ricardo Confessori são músicos contratados, então acabam de perder o emprego.

É impossível dizer qual será o futuro do Angra. O certo é que Edu Falaschi não cantará mais na banda, pois não tem mais clima para isso. Não há nenhum anúncio oficial a respeito ainda, mas essa é a verdade. Um final triste e, acima de tudo, constrangedor, para um dos maiores e mais importantes nomes da história do heavy metal brasileiro, que, ao invés de aproveitar a oportunidade de tocar em um festival com a imensa visibilidade do Rock in Rio, foi incapaz de vencer os seus infinitos problemas e conflitos internos e implodiu em pleno palco, ao vivo e em rede nacional.

Uma pena. Só nos resta aguardar as cenas dos próximos capítulos.

0 comentários:

<< mais lidas

© Copyright - Diário do Rock - Headbangers Blog! - Todos os direitos reservados
anthony@diariodorock.com.br